keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Michel Temer está disposto a disputar a presidência em 2022

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

X
Antônio Cruz/Agência Brasil

Temer na fila

O ex-presidente da República Michel Temer está disposto a entrar na disputa pelo Palácio do Planalto ano que vem se conclamado pelo partido e aliados. Nos últimos dois dias, ele recebeu telefonemas de líderes dos partidos do chamado Centrão – legendas que ganharam essa denominação durante seu início de Governo em 2016 pela coalizão que se formou para governabilidade pós-Dilma Rousseff. Embora negue a pretensão, Temer está aliviado com a absolvição na Justiça Federal do Distrito Federal no caso Rodrimar, acusado pela Procuradoria Geral da República de receber suposta propina num decreto para estender a operação da empresa no Porto de Santos.

São como nuvem

Os partidos do Centrão (Progressistas, PSD, PL, Republicanos, Solidariedade, PROS, PTB e outros) até o fechamento da Coluna eram aliados ao presidente Jair Bolsonaro.

Só o futuro dirá

O perfil conciliador e estrategista de Michel Temer, como decano do Congresso e ex-presidente da Câmara, pode contribuir para uma futura coalizão em torno de seu nome.

Dose dupla

Temer foi absolvido pelo juiz Marcus Bastos, da 12ª Vara Federal, o mesmo que já o absolvera no suposto tráfico de influência no episódio da frase “Tem que manter isso aí”, gravado por Joesley Batista, sobre suposta propina a Eduardo Cunha.

Memorial

O MDB começou a se movimentar em torno do chefão. Tomou posse o novo presidente da Fundação Ulisses Guimarães o deputado Alceu Moreira. Ele quer um museu sobre o mandato de dois anos do ex-presidente.

Bicadas no ninho

O grupo político do deputado federal e ex-presidenciável Aécio Neves (MG) cercou o do governador João Dória Jr (SP) dentro do PSDB. O que se diz no ninho é que se Dória quiser ser candidato a presidente, terá de sair do partido.

Brasileiríssimas

O Tribunal Superior Eleitoral acaba de comprar mais 32 mil urnas para serem utilizadas na eleição presidencial. Contrato de R$ 137,9 milhões com a Positivo Tecnologia S.A.

Glória a Deusss

Roberto Jefferson, dono do partido, está expulsando do PTB qualquer um, das hostes à cúpula, que abre o verbo contra o presidente e amigo Bolsonaro. A nova vítima é o Cabo Daciolo, sensação eleitoral de 2018. Daciolo se meteu a dizer que foi falsa a facada em Bolsonaro em Juiz de Fora, na campanha eleitoral.

Aliás..

.. o folhetim político vai ser quente com os próximos capítulos da briga judicial entre Jefferson e o governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.

Lupa na ferida

Algo acontece na Fundação Renova, criada para dar assistência e intermediar indenizações a prejudicados no crime do rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG). A ponto de a AGU conseguir na Justiça o “remodelamento e aprimoramento da gestão organizacional da fundação”.

“Travas internas”

A liminar na Justiça reconhece necessidade de reavaliar “travas internas” na entidade, que levam a “atraso e ineficiência do sistema de reparação”.

Surubão na escuna

Um folder virtual surreal nestes tempos de pandemia circula nas redes sociais. O convite para “sexo livre” em alto mar numa escuna, numa praia na Bahia. Entramos em contato com o telefone anunciado. No primeiro momento, o organizador confirmou. Quando a repórter anunciou que desejava fazer uma matéria e questionar medidas sanitárias, o interlocutor se calou.

Fonte: Visor Notícias

Política

Ministério Público quer pena mais dura para ex-prefeito condenado por improbidade administrativa

Para o Ministério Público, entretanto, o caso demanda o aumento da multa estipulada para 10 vezes o salário que o Prefeito recebia na época

Política

Governadora acompanha roteiro do presidente em Chapecó em Santa Catarina

O presidente Jair Bolsonaro chegou a Chapecó por volta de 9h desta quarta-feira e conheceu a estrutura do Centro Avançado de Atendimento Covid-19.

Política

Paulinha defende recategorização da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo

Para ela, a preservação desse santuário passa pelas atividades não poluentes, como é o caso do mergulho contemplativo

Mais notícias