keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Suzane ganhou dinheiro pelos filmes sobre o caso Richthofen? Entenda

Com o caso de volta aos holofotes, uma das dúvidas é se Suzane e os irmãos Cravinhos participaram do desenvolvimento dos filmes

X

Na sexta-feira (24), os dois filmes sobre o assassinato dos pais de Suzane Von Richthofen chegaram ao Amazon Prime. A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais tratam sobre o caso que teve repercussão nacional com duas perspectivas diferentes, uma baseada no depoimento de Suzane e o outro no de Daniel Cravinhos.

Os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos e Suzane von Richthofen foram condenados em 2006 pelo assassinato de Manfred e Marísia Richthofen, em 2002, em São Paulo. Na época, Cristian, Daniel e Suzane foram sentenciados a 39 anos e seis meses em regime fechado. Suzane segue presa, mas em regime semiaberto desde 2015. Daniel deixou a prisão em 2018, após ser autorizado pela Justiça a cumprir o restante da pena em liberdade. Cristian foi para o regime aberto em 2017, mas voltou para a prisão após ser condenado por corrupção.

Com o lançamento dos filmes — disponível no catálogo mundial do streaming —, o caso voltou aos holofotes e dúvidas sobre as produções estão sendo comentadas nas redes sociais. Uma das principais é se Suzane e os irmãos Cravinhos tiverem algum envolvimento com o desenvolvimento e se receberam dinheiro para a história ser retratada.

Em entrevista ao portal UOL, Raphael Montes, que assina o roteiro junto com a criminóloga Ilana Casoy, esclarece que se por tratar de um caso público não foi necessária autorização ou contato com nenhum dos envolvidos no caso. A produção foi baseada nos autos do processo e por isso nenhuma pessoa retratada recebeu dinheiro para a história ser contada.

Suzane tentou barrar o lançamento dos dois filmes, mas o pedido foi negado pela Justiça. Protagonizados por Carla Diaz (Suzana) e Leonardo Bittencourt (Cravinhos) e dirigido por Maurício Eça, as obras mostram os detalhes sobre os possíveis motivos do casal para cometer o crime.

Fonte: Com informações Exame.com

Geral

Marina Itajaí é finalista de prêmio náutico nacional

A Marina Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, está na disputa para ser eleita a melhor marina do Brasil pelo Prêmio Bombarco Baleia de Ouro

Geral

Nos próximos dias o sol aparece mais em SC

Confira a previsão do tempo da Epagri/Ciram para os próximos dias em Santa Catarina

Geral

Jovem de 24 anos é investigada por usar foto de Adolf Hitler em bolo de aniversário

A pena para o crime de apologia ao nazismo é de reclusão de 2 a 5 anos

Geral

Presidente da Epagri entra na lista da Forbes das 100 mulheres poderosas do agro

Esta foi a primeira vez que a Forbes Brasil divulgou a lista “100 Mulheres Poderosas do Agro”

Mais notícias

Cidades

Vereador Xepa solicita instalação de “bituqueiras” em praias e espaços públicos de Itapema

A indicação sugere que as bituqueiras sejam feitas de Aço Inox, para evitar a degradação por conta do tempo e da maresia

Segurança

Policia recupera carga de estruturas metálicas avaliada em cerca de R$ 300 mil

Policiais civis recuperaram uma carga de estruturas metálicas avaliada em cerca de R$ 300 mil furtada em Xanxerê, no Oeste. A ação é da Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos e Furtos de Chapecó […]