keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Paulinha busca informações de programas de saúde voltados para o terceiro setor

A deputada Paulinha está determinada a dar musculatura efetiva para o terceiro setor catarinense

X
Divulgação

Além de ser autora do projeto de lei que cria em Santa Catarina uma política efetiva para esse setor, a parlamentar presta, através da Escola de Projetos, todo um assessoramento técnico e jurídico para instituições sem fins lucrativos e organizações filantrópicas visando a elaboração de projetos que se habilitem a captar financiamentos junto aos órgãos da União e do Estado.

E em Brasília, desde terça, dia 23, a deputada Paulinha esteve no Ministério da Saúde justamente para buscar informações de programas sociais de financiamento para o terceiro setor, especificamente a respeito do funcionamento do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON) e do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/PCD).

“ Programas que foram desenvolvidos para incentivar ações e serviços desenvolvidos por entidades, associações e fundações privadas sem fins lucrativos, que atuam no campo da oncologia e da pessoa com deficiência”, comentou.
Para entender melhor, o objetivo desses programas é ampliar a oferta de serviços e expandir a prestação de serviços médico-assistenciais; apoiar a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos – em todos os níveis; e realizar pesquisas clínicas, epidemiológicas, experimentais e socioantropológicas.

“Com o meu caderninho nas mãos e o coração repleto de sonhos, fizemos uma reunião de trabalho no Ministério da Saúde sobre programas de financiamento para o terceiro setor, mais especificamente Pronon e Pronas”, conta em um post em suas redes sociais.

Para ela, o Brasil precisa abrir frentes de apoio à sociedade civil. “ E o terceiro setor tem papel decisivo nesse momento. A Rede Feminina de Combate ao Câncer, as Apaes, as AMAs, e tantas outras instituições podem se habilitar a buscar recursos para ações de proteção à saúde. E nós estamos dedicados a oferecer apoio e conhecimento a quem precisar”, assegurou.

Escritório de Projetos da deputada Paulinha

Voluntariado em ação ganhando a cada dia musculatura em Santa Catarina pelas mãos da deputada Paulinha que busca desmistificar o terceiro setor apostando em iniciativas efetivas como o Escritório de Projetos.
O Escritório de Projetos realiza um trabalho no sentido de auxiliar associações sem fins lucrativos a elaborar projetos e ensiná-los como submeter esses projetos para buscar recursos a fundo perdido e de cooperação técnica em bancos internacionais, agências de fomento, fundos soberanos, editais do terceiro setor e leis de incentivo fiscal.

Paulinha quer criar a Política Estadual de Incentivo ao Terceiro Setor em Santa Catarina

Movida pela determinação de fazer acontecer, a deputada Paulinha quer instituir a Política Estadual de Incentivo ao Terceiro Setor – PITS- em Santa Catarina.

Esse projeto de lei é fruto do Escritório de Projetos, uma iniciativa inédita e pioneira de seu mandato, que presta assessoria técnica e jurídica para instituições ou entidades filantrópicas denominadas de terceiro setor. É uma verdadeira ação de voluntariado da deputada Paulinha em Santa Catarina.

Esta lei foi protocolada na semana passada e pretende promover o ordenamento, e o fomento do terceiro setor no Estado de Santa Catarina, a fim de alcançar, de forma sustentável, o desenvolvimento socioeconômico, cultural e profissional da sociedade catarinense.

Fonte: Visor Notícias

Política

Ministério Público quer pena mais dura para ex-prefeito condenado por improbidade administrativa

Para o Ministério Público, entretanto, o caso demanda o aumento da multa estipulada para 10 vezes o salário que o Prefeito recebia na época

Política

Governadora acompanha roteiro do presidente em Chapecó em Santa Catarina

O presidente Jair Bolsonaro chegou a Chapecó por volta de 9h desta quarta-feira e conheceu a estrutura do Centro Avançado de Atendimento Covid-19.

Política

Paulinha defende recategorização da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo

Para ela, a preservação desse santuário passa pelas atividades não poluentes, como é o caso do mergulho contemplativo

Mais notícias

Segurança

Polícia encontra mais de R$4 milhões na casa de homem morto depois de perseguição em Porto Belo

O motorista, que foi baleado na tarde desta sexta-feira (16), após uma perseguição pela cidade de Porto Belo, não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada no hospital

Turismo

Itapema 59 anos: Visor Notícias produz série de reportagens sobre o município

Seja você morador ou turista, tem cantinhos especiais e históricos que você vai amar descobrir