keyboard_backspace

Página Inicial

Utilidade Pública

Implantação do sistema de esgoto em Camboriú resultará na despoluição gradativa do Rio Camboriú

Em Camboriú, a implantação do sistema de esgotamento sanitário é considerada a principal solução para a despoluição do rio

Foto: Divulgação

Investimentos em saneamento básico estimulam o turismo, despoluem os mananciais hídricos e impactam diretamente na cadeia econômica local. Uma das justificativas apontadas pelos especialistas para explicar este estímulo é a despoluição de rios, lagos e mares. Segundo dados do Instituto Trata Brasil, se o serviço de saneamento básico no país fosse universalizado, o país teria um ganho de R$ 7 bilhões por ano com o turismo. Além disso, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), cada R$ 1 investido em saneamento gera a economia de R$ 4 na saúde.

Em Camboriú, a implantação do sistema de esgotamento sanitário é considerada a principal solução para a despoluição do rio que abastece Camboriú e Balneário Camboriú. “A implantação imediata resultaria na melhora gradativa e continuada dos índices de despoluição do rio Camboriú, trazendo inúmeros benefícios ao meio ambiente, à qualidade de vida e ao potencial econômico da cidade”, explica o diretor executivo da Águas de Camboriú, Rodrigo Lacerda.

Embora o contrato de concessão de saneamento vigente preveja que o sistema de coleta e tratamento de esgoto seja implantado pela prefeitura e operado pela Águas de Camboriú, a concessionária se colocou à disposição para investir também na implantação da obra. “Diante do alto valor necessário para a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), mais de 300 quilômetros de rede e dezenas de estações elevatórias, e atenta à histórica demanda em ter uma cidade saneada, oferecemos nossos esforços e capacidade de investimento para que Camboriú avance nesta questão”, explica a presidente da Águas de Camboriú, Reginalva Mureb.

Uma audiência pública promovida na sede do Executivo Municipal aprovou, em outubro de 2019, a proposição da concessionária em assumir também a implantação do sistema de esgoto. Para que isso ocorra, no entanto, é necessário que o município repactue o contrato vigente junto à agência reguladora.

O projeto para a implantação do sistema está pronto e já foi apresentado ao Executivo Municipal e ao Comitê de Bacia do Rio Camboriú. A obra demanda mais de R$ 100 milhões, entre estação de tratamento, elevatórias e rede de captação. Se repactuado o contrato, a Águas de Camboriú investirá recursos próprios da concessionária, com a possibilidade de começar a aplicar imediatamente na implantação do sistema.

Fonte: Visor Notícias

Utilidade Pública

Águas de Camboriú orienta beber somente água tratada

Para ter garantia de que a água é potável, são necessárias análises que atestem a qualidade

Utilidade Pública

Águas de Penha aproxima população através de plataformas digitais

Canal é utilizado também para divulgar ações que podem ter impacto no cotidiano dos moradores

Utilidade Pública

Ouvidoria da Águas de Bombinhas é reestruturada

Dentre os principais objetivos da Ouvidoria está a atuação com foco estratégico a fim de corrigir erros ou omissões na prestação do serviços

Utilidade Pública

Qualidade da água é monitorada de forma continua em Camboriú

Cerca de 400 análises são realizadas, todos os meses na água distribuída pela Águas de Camboriú

Utilidade Pública

‘Respeito dá o Tom’ incentiva a igualdade racial no ambiente empresarial

Programa trabalha para que os ambientes na empresa estejam livres de racismo, preconceitos ou atitudes que comprometem o respeito

Mais notícias

Famosos

VÍDEO: Turbina de avião com cantor sertanejo Bruno explode e aeronave faz pouso de emergência

No momento do incidente, cantor estava com a esposa, Marinne, o filho, Enzo e um amigo

Segurança

Foragido por feminicídio em SC é preso no Paraná

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Caçador, em conjunto com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, cumpriram na tarde […]