keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Sarau Afro-açoriano faz show no TAC 8 em ponto

O show acontece a partir das 20h e é baseado no disco "Fui tarrafear", eleito o melhor álbum no Prêmio da Música Catarinense 2017. Os ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia.

O grupo Sarau Afro-açoriano é A atração do Projeto TAC 8 em Ponto, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), na próxima terça-feira (06). O show acontece a partir das 20h e é baseado no disco “Fui tarrafear”, eleito o melhor álbum no Prêmio da Música Catarinense 2017. Os ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia.

O Sarau Afro-açoriano busca, através da música, exaltar, valorizar e salvaguardar a história e os costumes do povo do litoral catarinense. Ao revisitar alguns temas e características presentes na cultura e na música local, o grupo rejuvenesce estas manifestações e as atualiza.

Como o próprio nome do grupo sugere, o trabalho visa a valorização dos três povos que formam a identidade brasileira: o índio, o negro e o europeu. Nas canções, o Sarau aborda temas como a relação do homem com o mar e a terra, a necessidade da preservação dos patrimônios natural, cultural e histórico.

Mais prêmio

O grupo Sarau Afro-açoriano é um dos concorrentes ao Prêmio Profissionais da Música (PPM), de Brasília. A banda do litoral norte catarinense é finalista na categoria “Cultura Popular”.

O PPM é um prêmio nacional, que contempla todas as esferas da indústria da música, da criação a produção e distribuição musical. Depois de uma seleção feita por produtores e críticos de música, a segunda fase do concurso é a votação popular, que vai até o dia 03 de março (sábado). Depois, um júri especializado determina os vencedores. A premiação acontece em Brasília, no fim de abril.

 “É muito emocionante levarmos toda a carga cultural da nossa região que carregamos na nossa música para um prêmio a nível nacional”, afirma a vocalista do grupo, Adri Benvenuti. Ela, aliás, também está concorrendo ao prêmio individualmente, na categoria “Cantora”.

Para votar, basta acessar o site www.ppm.art.br, até o dia 03 de março (sábado).

 

Para conhecer melhor o trabalho do Sarau Afro-açoriano, acesse:

Fanpage: facebook.com/sarauafroacoriano

Disco “Fui Tarrafear” completo: https://goo.gl/iDiRLG

Canal Youtube: https://goo.gl/kfTDtP

Serviço:

O quê: Sarau Afro-açoriano – TAC 8 em ponto;
Quando: Terça-feira – 06/03/2018, às 20h;
Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10 (meia-entrada);
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho – Rua Marechal Guilherme, nº 26 – Centro – Florianópolis (SC); 
Informações: (48) 3665-6400; 
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Álvaro de Carvalho, se houver. 

Cidades

Itajaí reforça ações de combate e prevenção a Covid-19 nas escolas

Manutenção das atividades é considerada essencial pelo Governo do Estado

Cidades

Aulas presenciais retomam na segunda-feira (08) em Navegantes

Conforme divulgado anteriormente, as aulas serão no formato híbrido, mesclando atividades presenciais e remotas

Cidades

Carro com três ocupantes capota na BR-470

As vítimas foram socorridas já fora do veículo

Cidades

Vídeo: Boiada é flagrada no meio da rua em Joinville

Um vídeo inusitado vem chamando a atenção nas redes sociais de catarinenses. Na noite desta sexta-feira (05), uma moradora da Zona Leste de Joinville se espantou quando viu uma boiada curtindo a noite na rua […]

Cidades

Família carente de Itajaí pede ajuda para manter as despesas em casa

No momento, a conta de luz está atrasada e a família está precisando de produtos de higiene, alimentos, leite, roupas para as crianças e fraldas tamanho GG e P. São três meninos de 2,4 e 6 anos

Mais notícias

Segurança

Caminhoneiro bate em motocicleta e dirige com moto grudada no para-choque e motociclista agarrado na porta

O caminhão teria passado por cima da mulher e a moto ficou presa na frente da carreta

Brasil

Piloto é encontrado vivo quase 40 dias depois de desaparecer com avião

O monomotor teria decolado no dia 28 de janeiro da cidade de Alenquer, no Oeste do Pará, com destino a um garimpo