keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Procurador da República recomenda e Porto Belo terá audiência sobre a transposição do rio Tijucas

X

O Procurador da República no MPF (Ministério Público Federal), Darlan Airton Dias, recomendou que o município de Porto Belo e a concessionária Águas de Bombinhas realizem audiência pública em Porto Belo. A determinação é para esclarecer aos moradores sobre os locais por onde a adutora que levará água do rio Tijucas para Bombinhas passará e deverá ser realizada dentro de, no máximo, 10 dias. A recomendação foi feita na sexta-feira, 20. A empresa informou que vai acatar a solicitação em conjunto com a Prefeitura de Porto Belo.

De acordo com o despacho de cinco folhas, o procurador resolveu atender o pedido de moradores de Porto Belo por vários motivos, entre eles a adesão de aproximadamente 2% dos eleitores a um abaixo-assinado virtual realizado em cinco dias. E também devido ao fato de representantes do município não terem informações de quais vias terão obras para a adutora na data que o procurador visitou Porto Belo.

A concessionária Águas de Bombinhas informou que recebeu a recomendação do Ministério Público e irá realizar a audiência pública em conjunto com a Prefeitura de Porto Belo, conforme o solicitado.

Cidades, Geral

Daniela diz em nota ser “contrária ao nazismo” após fala polêmica em coletiva

Jornalista questionou governadora sobre o pai dela ser admirador de Hitler

Cidades

Motorista de caminhão morre e adolescente fica ferido em acidente na BR-101

A colisão ocorreu no quilômetro 25 da BR-101, por volta das meia-noite

Cidades

Parte de casa desaba e mata criança de 2 anos no Litoral Norte de SC

A mãe e uma irmã de 5 anos também ficaram feridas e estão no hospital

Cidades

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro por ex-servidora e alega “armação eleitoral”

A ex-funcionária relata que os abusos teriam iniciado no ano de 2017, o prefeito diz que foi um relacionamento consensual

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Mais notícias