keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Praias do Estaleiro, Estaleirinho e Taquaras receberão placas de orientação sobre o programa Bandeira Azul

As praias do Estaleiro, Estaleirinho e Taquaras, em Balneário Camboriú, estão inscritas na fase piloto do Bandeira Azul, que é um programa internacional de certificação ambiental para praias e marinas. Nesta quarta-feira (27), às 17h mais uma etapa da fase piloto será executada. Serão instaladas sete placas com informações sobre o programa, recomendações aos usuários das praias e as ações previstas para serem realizadas nesta fase piloto.

“Estas ações terão que ser desenvolvidas durante o ano de 2018, já que pretende-se hastear as bandeiras azuis em novembro de 2018”, contou o secretário do Meio Ambiente, Ike Gevaerd. Duas placas serão colocadas na praia de Taquaras, três no Estaleiro e outras duas no Estaleirinho. Os três locais terão que se adequar e se tornar ecologicamente corretas para então ter a bandeira hasteada.

O Programa Bandeira Azul foi criado pela FEE (Fundação de Educação Ambiental) e serve como certificado de qualidade para praias do mundo inteiro. Em Balneário Camboriú o programa é uma iniciativa do governo municipal, através da Secretaria do Meio Ambiente, e conta com o apoio do Ministério Público catarinense. Os critérios para comprovação de qualidade abrangem recursos como acesso à informação por parte da população (sinalização e normas de conduta), qualidade da água do mar (balneabilidade), gestão ambiental (preservação e gestão do lixo gerado) e serviços disponibilizados como segurança e oferta de chuveiros, banheiros, planos de emergência e equipamentos de salvamento.

Além da colocação das placas, o Município já iniciou o trabalho de campo com levantamento da infraestrutura das praias; iniciou as obras de complementação da rede de esgoto das Praias de Laranjeiras (que será entregue em janeiro) e Taquaras (que será concluída em fevereiro); e também iniciou as coletas de água das praias inscritas, por um laboratório credenciado pela FATMA. Já foram elaborados os diagnósticos das praias de Taquaras e Estaleiro e em janeiro será elaborado o de Taquaras. “Com estes diagnósticos poderemos atacar os principais problemas de cada praia de uma forma organizada e com metas”, contou o secretário.

Em todo o Brasil apenas cinco praias possuem a bandeira, sendo que duas delas ficam em Santa Catarina (Praia Grande – Governador Celso Ramos e Lagoa do Peri – Florianópolis). Balneário Camboriú também está se esforçando para conseguir resultados positivos que contribuam para que, em novembro de 2018, a Bandeira Azul seja posta em suas areias. Além das ações já realizadas, a cidade vai contar com a ajuda de um gestor de praias recentemente contratado para orientar o andamento do projeto. “Não será uma tarefa fácil, mas com o objetivo claro da responsabilidade que temos de conservar e preservar o patrimônio ambiental das nossas praias, acreditamos içar as três bandeiras daqui um ano”, finalizou Ike Gevaerd.

Cidades, Geral

Daniela diz em nota ser “contrária ao nazismo” após fala polêmica em coletiva

Jornalista questionou governadora sobre o pai dela ser admirador de Hitler

Cidades

Motorista de caminhão morre e adolescente fica ferido em acidente na BR-101

A colisão ocorreu no quilômetro 25 da BR-101, por volta das meia-noite

Cidades

Parte de casa desaba e mata criança de 2 anos no Litoral Norte de SC

A mãe e uma irmã de 5 anos também ficaram feridas e estão no hospital

Cidades

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro por ex-servidora e alega “armação eleitoral”

A ex-funcionária relata que os abusos teriam iniciado no ano de 2017, o prefeito diz que foi um relacionamento consensual

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Mais notícias