keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Pedágio será realizado em BC para ajudar bebê com AME que precisa arrecadar R$ 12 milhões

Famosos como Neymar também ajudaram a pequena Sofia Helena

X

A pequena Sofia Helena, que completará 1 ano e 6 meses no dia 26 de janeiro, está emocionando as redes sociais ao pedir ajuda para um tratamento de alto custo. A bebê, moradora de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, quando tinha 8 meses de idade, foi diagnosticada com uma doença genética chamada AME, Atrofia Muscular Espinhal tipo 1, na forma mais grave e agressiva. A solidariedade de catarinenses e muitos brasileiros têm trazido esperança aos pais de Sofia Helena, mais conhecida pelos dindos e dindas, como Sosô.

No próximo sábado, dia 16, mais um pedágio solidário vai ser realizado para arrecadar recursos para o tratamento de Sofia. Um grupo de amigos de Balneário Camboriú vai se reunir na Avenida Alvin Bauer esquina com a 3ª Avenida, das 8 horas às 14 horas. Quem passar pelo local pode ajudar com qualquer quantia.

A DESCOBERTA DA DOENÇA

Os primeiros sinais da doença começaram a ser notados quando a mãe de Sofia precisou voltar ao trabalho, depois da licença maternidade. Na creche as professoras notaram que a menina não tinha a mesma firmeza que as outras crianças da idade dela. Os pais Silvana e João buscaram ajuda médica e logo veio o diagnóstico da AME.

Foi aí que se iniciou uma corrida contra o tempo para conseguir 2,12 milhões de dólares para o tratamento – cerca de 12 milhões de reais. Sofia precisa receber o medicamento conhecido como Zolgensma, até os dois anos de idade. É uma dose única e é considerado no momento, o mais caro do mundo. “Sabemos da dificuldade e do tamanho do objetivo, mas não medimos nossos sonhos, pois acima de tudo, acreditamos que com a ajuda de todos, estaremos cada vez mais próximos de nosso objetivo”, relatam os pais da menina.

Diante do alto valor, a família não perdeu tempo e começou a mobilizar a cidade de apenas nove mil habitantes, o estado e o Brasil com uma campanha na internet e nas redes sociais, com autorização judicial. Várias contas foram criadas em nome da menina para receber as doações, inclusive uma internacional. Famosos também já se uniram nessa batalha para ajudar a catarinense.

Duas camisas autografadas pelo Neymar foram doadas à campanha para serem sorteadas, uma da Seleção Brasileira e outra do Paris Saint- Germain. As rifas podem ser compradas através do link na biografia de Sofia Helena no instagram @amesofiahelena. No mesmo link tem as contas bancárias para doação. Os pais de Sofia têm menos de seis meses pra arrecadar o valor necessário para o tratamento, que até pouco tempo atrás só era possível fazer nos Estados Unidos.

Nos últimos meses também está sendo feito em São Paulo e em Curitiba. Até agora a campanha conseguiu perto de 9 milhões de reais, faltando pouco mais de 3,3 milhões de reais pra salvar a vida da menina. Ela já recebeu algumas doses do medicamento Spinraza, fornecido pelo SUS (Sistema Único de Saúde), porem o referido medicamento não apresenta possibilidade de cura da doença, mas retarda os avanços da mesma.

A DOENÇA: AME

A atrofia muscular espinhal (AME) é uma doença genética neuromuscular, progressiva e muitas vezes letal. Ela é caracterizada por degeneração e perda de neurônios motores da medula espinhal e do tronco cerebral, resultando em fraqueza muscular progressiva e atrofia, que afeta diretamente a parte motora e respiratória, responsáveis por movimentos voluntários vitais do corpo, como respirar, engolir e se movimentar. A AME afeta aproximadamente um em cada 10.000 nascidos vivos e é a principal causa genética de morte em bebês.

Sofia está usando máscara para auxiliar na respiração e atualmente apresenta fraqueza muscular. Ela não consegue ficar em pé e nem sentada no colo. Não tem controle da cabeça e do tronco, e tem uma imunidade muito baixa, podendo se agravar e entrar em estágios mais avançados da doença.

Apesar da pouca idade, Sofia parece compreender a luta diária para sobreviver. A atrofia não afeta o cognitivo da criança, e ela consegue entender um pouco do que os pais falam, se expressando com os olhos e sorrisos.  O lema da Campanha é “Quem tem Ame, tem Pressa”. E Sofia tem apenas seis meses para receber o medicamento. Mas a batalha continua e a fé prevalece na família sabendo que, com a ajuda de todos, a pequena catarinense vai conseguir um dia, caminhar, falar, brincar e viver como uma criança normal e saudável.

Como ajudar:

Site: https://www.amesofiahelena.com

Instagram: @amesofiahelena

Fonte: Visor Notícias

Cidades

Defesa Civil emite alerta máximo para deslizamentos em Santa Catarina

Nas últimas 72 horas, foram observados acumulados acima dos 100 mm no Litoral e Vale do Itajaí. Destacam-se os municípios de Florianópolis, com 250 mm e Guabiruba, com 180 mm

Cidades

Mãe e filha que morreram soterradas são veladas em Florianópolis

Além das duas vítimas, o filho e irmão das mulheres também morava na casa, mas ele saiu da residência pouco antes do incidente

Cidades

Delizamentos de terra interdiram ruas e isolam comunidades em Rodeio

A prefeitura orienta os moradores que residem em áreas de risco a acionar a Defesa Civil de Rodeio

Cidades

Bebê nasce às margens da SC-401, em Florianópolis

Os policiais encontraram uma mulher no banco traseiro em trabalho de parto

Mais notícias