keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Justiça determina que Beto Carrero World deve respeitar direito à meia entrada

Estudantes, pessoas com deficiência, idosos e jovens de baixa renda com até 29 anos têm, por lei, direito a pagar a metade do valor cobrado pelo ingresso inteiro, mesmo em caso de promoções

Estudantes, pessoas com deficiência, idosos e jovens de baixa renda com até 29 anos têm, por lei, direito a pagar a metade do valor cobrado pelo ingresso inteiro, mesmo em caso de promoções.
Foi negado o pedido feito pelo Beto Carrero Word para que fosse suspensa uma medida liminar obtida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) que obriga o parque temático a respeitar a lei e oferecer ingresso pela metade do valor a todos que têm direito e em todas as plataformas de venda. Estudantes, pessoas com deficiência, idosos e jovens de baixa renda com até 29 anos têm o direito garantido pela legislação.

A ação com o pedido liminar foi ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Balneário Piçarras, a qual abrange também o Município de Penha, onde está localizado o parque. Na ação, a Promotora de Justiça demonstra que o Beto Carrero World, em vez de disponibilizar ingressos pela metade do valor cheio para as pessoas que têm o direito legal, utiliza uma tabela de preços de acordo com a idade do visitante.

As únicas meias entradas efetivamente oferecidas são para estudantes e idosos. Porém, no caso dos estudantes a informação de sua existência é de difícil visualização em sua página oficial, presente apenas no campo “dúvidas frequentes”.

Além disso, a obtenção do ingresso para estudante só é possível se for adquirido diretamente nas bilheterias do parque ou pela central de vendas por telefone, não sendo possível comprá-lo online ou nos demais postos de vendas físicos existentes.

Diante dos fatos apresentados pelo Ministério Público, a medida liminar foi concedida pelo Juízo da Comarca de Balneário Piçarras. Inconformado, o Beto Carrero World ingressou com recurso no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, no qual requereu o efeito suspensivo da decisão de primeiro grau.

O recurso ainda será julgado pelo TJSC. O pedido de efeito suspensivo, no entanto, foi indeferido por decisão monocrática do Desembargador Jorge Luis da Costa Beber, que manteve, assim, os efeitos da medida liminar obrigando o parque a oferecer meia entrada de acordo com o estabelecido pela legislação, e seu cumprimento vem sendo fiscalizado pelo Ministério Público. (ACP nº 0901115-14.2018.8.24.0048)

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Cidades

Obras da ligação entre os bairros Tabuleiro e Várzea são iniciadas

Solenidade contou com a presença de diversas autoridades

Cidades

Prefeito de São José vistoria obras do Centro de Educação Infantil do bairro Potecas

Com mais de 1.300m², a unidade terá capacidade para atender até 376 crianças em educação infantil e pré-escola

Cidades

Uniedu: Governo do Estado concede 31 mil bolsas universitárias, recorde para o primeiro semestre

O investimento do Governo do Estado para a concessão de bolsas universitárias em 2022 também é um recorde

Cidades

Termina greve dos servidores de Florianópolis, após mais de uma semana

Trabalhadores voltam aos postos imediatamente. Greve começou em 15 de junho.

Cidades

Pode faltar água em Porto Belo devido as obras de drenagem

O abastecimento das Ruas Hermógenes da Silva, Jacob Pereira Cruz, Antônio Stadler e Morro do Moreira está comprometido devido a esta manutenção

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil investiga roubo a cooperativa de crédito e sete pessoas são indiciadas

Quatro homens fortemente armados, todos em saída temporária, entraram no estabelecimento

Segurança

Polícia encontra carro de luxo furtado no Paraná em loja de autopeças de Penha

Na mesma loja foram encontradas peças de um Kia Cerato com registro de furto em Itapema