keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Itajaí recebe R$ 10 milhões do Governo Federal para ações de enfrentamento ao coronavírus

X
NSC

O Município de Itajaí recebeu mais de R$ 10 milhões do Governo Federal para aplicar em ações de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19). O objetivo é destinar os recursos para as iniciativas realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, como o custeio do Centro Ambulatorial de Triagem. Parte da verba também poderá ser repassada a instituições da cidade que estão atuando no combate à pandemia, conforme decisão da Gestão Municipal. Os recursos foram repassados ao Município por meio das portarias 480/2020 e 774/2020, do Governo Federal, para ser utilizados em ações de enfrentamento à COVID-19 e fortalecimento da rede pública municipal. Dos R$ 10.048.268,91 recebidos, aproximadamente R$ 3,5 milhões deverão ser destinados pela Secretaria de Saúde ao Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, Hospital Infantil Pequeno Anjo e Associação Renal Vida. Fortalecimento da rede hospitalar

As instituições que devem ser beneficiadas apresentaram plano de trabalho detalhando os investimentos que serão realizados com os recursos neste momento de pandemia. O Hospital Marieta, por exemplo, poderá receber quase R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos (tomógrafo, raio-x portátil, ultrassom portátil, cardioversores, etc.), estruturação e ampliação de leitos de enfermaria e UTI, bem como para custeio dos leitos de UTI, pagamento de horas extras e contratação de novos profissionais nos meses de março e abril. O Município pretende destinar ainda R$ 427.331,78 para o Hospital Pequeno Anjo investir na ampliação de mais seis leitos de UTI para atender casos suspeitos de COVID-19. Além disso, a verba poderá ser usada na aquisição de equipamentos, pagamento de horas extras de profissionais de saúde e novas contratações referente aos meses de março e abril.

Já para a Associação Renal Vida, que atende pacientes crônicos e não interrompeu a realização de hemodiálises durante a pandemia, deverão ser repassados quase R$ 110 mil. O valor pode ser usado ainda para aquisição de insumos, equipamentos de proteção individual (EPIs) e pagamento de horas extras e novas contratações. O repasse de recursos a essas instituições depende da aprovação do Conselho Municipal de Saúde (Comusa). O órgão dará parecer sobre os investimentos para que o Município possa realizar os investimentos.

Reestruturação da rede municipal

O restante dos recursos será destinado a iniciativas coordenadas pela Secretaria de Saúde, como o custeio da reestruturação feita na rede municipal devido à pandemia. Entre elas está a criação do Centro Ambulatorial de Triagem e da Unidade de Atendimento Infantil. O montante repassado pelo Governo Federal também terá como destino o pagamento de horas extras para servidores públicos, a compra de testes para coronavírus, aquisição de EPIs, entre outras ações de enfrentamento.

 

Cidades

Pedágios caros inviabilizam concessão das rodovias federais catarinenses, diz governo federal

Planos de concessão para as rodovias BR 153, 470, 282 e 280 foram revogados, segundo o secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa Vieira

Cidades

Pesquisa aponta Santa Catarina como destino seguro mesmo durante a pandemia

Entre os que avaliaram o Estado como totalmente seguro, 41% pretendem viajar ainda no segundo semestre de 2020

Cidades

Embraed faz análise positiva das ações de prevenção adotadas durante a pandemia

Empresa manteve quadro de colaboradores do grupo de risco em casa, recebendo salário integral e colocou em home office o pessoal administrativo com filhos em idade escolar

Cidades

Falta de chuva prejudica mananciais de água que atendem Penha e região

Os rios do Peixe e Pìçarras, que abastecem Balneário Piçarras e Penha, não recuperaram seus níveis normais

Cidades

Santa Catarina chega ao maior número de casos ativos desde agosto

Apesar dos casos ativos estarem voltando a crescer, a mortalidade diminuiu neste mês

Mais notícias