keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

FECAM manifesta-se contra liminar que limita ações de enfermeiros e alerta sobre impacto no atendimento à população

Em nome dos 295 prefeitos e prefeitas, a presidente da entidade, Adeliana Dal Pont, prefeita de São José, enviará ofício ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, e ao juiz federal Renato Borelli, autor da decisão, solicitando que a liminar seja revogada.

X

Preocupada com os impactos da decisão liminar da Justiça Federal que restringiu a atuação dos enfermeiros nos serviços de saúde nos municípios, a Federação Catarinense de Municípios – FECAM posiciona-se contrária a mudança e alerta sobre as possíveis consequências no atendimento à população que procura o Sistema Único de Saúde – SUS. Em nome dos 295 prefeitos e prefeitas, a presidente da entidade, Adeliana Dal Pont, prefeita de São José, enviará ofício ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, e ao juiz federal Renato Borelli, autor da decisão, solicitando que a liminar seja revogada.

 

“Essa decisão afeta diretamente o atendimento da Política Pública de Saúde, que é de responsabilidade do município na sua execução. As administrações municipais prezam por oferecer a atenção básica com qualidade, sem prejudicar a população. Para isso é fundamental a necessidade das equipes multidisciplinares, tanto com médicos como enfermeiros que qualifiquem a oferta dos serviços à população”, destaca Adeliana.

 

Na avaliação dos municipalistas, a decisão impacta diretamente nos serviços de saúde nos municípios, pois diminui o acesso dos pacientes e aumenta a lentidão do sistema de saúde. Em especial para o teste do pezinho, preventivos, pré-natal, testes rápidos para detectar HIV, sífilis ou hepatite, exame para diagnosticar doenças graves em recém-nascidos ou para controle de doenças crônicas como hipertensão e diabetes, além dos preventivos, como o do câncer de colo do útero, entre outros.

“A FECAM acompanhará as definições acerca da decisão liminar, esperando que seja revista, sem prejuízo à população e aos municípios”, finaliza a presidente.

 Sobre o caso

A decisão foi proferida no dia 27 de setembro pelo juiz Renato Borelli, substituto da 20ª Vara Federal do Distrito Federal. A decisão atendeu a um pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM),que solicita a proibição da requisição de exames e consultas pelos profissionais na atenção primária.

 

Geral

Enxurrada faz trecho da rodovia SC-108 desabar na região de São João Batista

A Coordenadoria de Defesa Civil de São João Batista alerta para a formação de uma cratera na SC-108. O trecho, situado na localidade de Domingas Correia, no bairro Fernandes, próximo à Madeireira Puel, está em […]

Geral

126 mil doses da vacina contra o coronavírus chegam hoje a Santa Catarina

Santa Catarina receberá pouco mais de 126 mil doses da vacina contra Covid-19 nesta segunda-feira, 18. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, que participa nesta manhã do ato […]

Geral

Vacinação contra covid-19 começa nesta segunda nos estados, diz Pazuello

Ele disse que a previsão é que a distribuição das doses da vacina com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14h de hoje, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17h.

Geral

Deslizamento interdita novamente Serra do Rio do Rastro

Serra do Rio do Rastro permanecerá interditada até segunda-feira (18)

Geral

VÍDEO: Câmeras flagram ladrão furtando carro de funerária com defunto dentro

Câmeras de segurança de estabelecimentos próximos à floricultura, onde o ladrão furtou um veículo de uma funerária com corpo dentro, em Laguna, na noite de sábado (16), mostraram a ação rápida do criminoso. O fato […]

Mais notícias