keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Esplanada: Os bastidores no Congresso após protestos contra Bolsonaro

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

X
Reprodução/Twitter

Alerta

A queda da popularidade do presidente Jair Bolsonaro e os protestos pró-impeachment realizados no fim de semana em 21 capitais e no Distrito Federal colocaram o Planalto em estado de alerta. O presidente mantém o discurso de que não está preocupado com popularidade nem pesquisa, mas assessores e ministros próximos temem que os indicadores de reprovação sigam em alta. A recente pesquisa Datafolha mostrou que 40% dos entrevistados classificaram o governo como ruim ou péssimo. O índice era de 32% no último levantamento, entre 8 e 10 de dezembro.

Auxílio 

Os auxiliares de Bolsonaro apontam o fim do auxílio emergencial como um do principais motivos para a queda na popularidade. Por isso, a prorrogação do benefício ganhou força no governo nos últimos dias, mas esbarra no Ministério da Economia e na falta de espaço no orçamento.

Adesão

No Planalto, a avaliação é de que a adesão aos protestos pró-impeachment está baixa e, por ora, não preocupam. Mas o governo vai manter o monitoramento para medir a aumento ou arrefecimento do clima das ruas.

Mais um 

Sindicatos pretendem convocar novos protestos para 1º de fevereiro, dia das eleições na Câmara e no Senado. Amanhã, os partidos Rede, PSB, PT, PCdoB, PDT e Psol protocolam mais um pedido de impedimento de Bolsonaro. Desde o início de seu mandato, 61 foram protocolados na Câmara.

CCJ

Depois de derrotar a cúpula do partido e garantir o apoio ao candidato do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), a ala bolsonarista do PSL quer se manter no comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara.

Atribuição

O colegiado é presidido atualmente pelo deputado Felipe Francischini (PSL-PR). Uma das atribuições da CCJ é decidir sobre o seguimento ou arquivamento de eventuais processos de impeachment contra Bolsonaro.

CPI

Em meio as articulações com o Planalto para eleger Arthur Lira (PP-AL) na Câmara, o centrão atua para barrar o pedido de CPI que visa investigar a conduta do governo federal na pandemia e apurar responsabilidades pela falta de oxigênio no Amazonas.

Foco

Líderes do bloco de Lira – que soma mais de 260 deputados – alegam que a CPI do Coronavírus desviaria o foco do Congresso. A Rede Sustentabilidade e o PSB começaram, na última semana, a coletar assinaturas para criar a comissão. Para ser instalada, a CPI precisa ter o apoio de pelo menos um terço da Câmara, 171 deputados.

Calamidade

Chegou aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a carta do Comitê Nacional de Secretários da Fazenda (Comsefaz) na qual pedem a prorrogação da calamidade pública e do auxílio emergencial.

Colapso

Os secretários frisam que o número de infectados voltou a crescer exponencialmente com a segunda onda e há risco de se repetir em outros estados o cenário de colapso sanitário que Manaus (AM) atravessa. Pedem também a suspensão do pagamento de precatórios e apoio às empresas, principalmente às pequenas e médias.

Voto aberto

A uma semana das eleições no Congresso, deputados e senadores tentam derrubar a votação secreta. Na Câmara, projeto de resolução neste sentido será apresentado pelo Psol. E no Senado, já tramita o projeto (PRS 53/2018), do senador Lasier Martins (Podemos-RS), para acabar com o sigilo na escolha do chefe do Legislativo.

Atendimento

A entidade Pró-Vida está concluindo a construção de um Centro de Atendimento à Mulher na cidade Estrutural, em Brasília.

Fonte: Visor Notícias

Política

Mais de R$ 400 milhões para a BR-470

Obras de duplicação devem ganhar reforço orçamentário em 2021

Política

Paulinha pede agilidade na votação de projetos voltados para as mulheres na Alesc

Ela comentou que tem hoje cinco projetos encaminhados na Casa que são destinados para as mulheres

Política

Em Brasília, governador acompanha lançamento das obras na BR-163

Recentemente, o governador já sinalizou ao ministro, a disponibilidade de R$ 200 milhões para a obra de duplicação em dois lotes da BR-470

Política

Vereadores de Itapema requerem ao Governo do Estado revisão no ICMS de combustíveis

O Requerimento de n.º 20/2021, pede ao Chefe do Executivo Estadual que considere a redução da alíquota do ICMS seguindo a medida adotada pelo Governo Federal

Mais notícias

Economia

Volta às aulas aqueceu faturamento do comércio em SC

O aumento ocorreu principalmente em estabelecimentos como lojas de departamento, magazines e multicoisas.

Segurança

Polícia Civil realiza maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher do Brasil

A operação integrada teve início no dia 1º de janeiro de 2021 em todo o Brasil.