keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Desentendimento entre Polícia Militar e Codetran resulta em multas a taxistas

X

Taxistas foram multados pela Polícia Militar enquanto trabalhavam em frente ao Warung Beach Club, mesmo estacionados no local sinalizado. A PM argumentou que placa e sinalização precisam estar combinando – o que não é o caso. Na manhã desta sexta-feira (01/12), Luiz Carlos Lapa da Silva, presidente do Sindicato dos taxistas autônomos de Itajaí apresentou reclamação ao vereador Edson Lapa, (o parlamentar, que já havia solicitado a substituição da placa) que contatou o coordenador da Codetran Robson Costa, e este rebateu a PM; disse que a multa é irregular. O responsável pelo trânsito de Itajaí afirmou que não irá substituir a placa. Costa alega que a mesma está correta. Robson não explicou o porquê de em frente ao Belvedere Beach Club existir placa destinando o espaço aos táxis, e ao em frente ao Warung, não.

Luiz Carlos Lapa diz que a categoria sofre com a situação. “Este problema nos perturba desde 2014. Já faz tempo que tentamos regularizar essa situação. Só queremos trabalhar em paz”, reclama.

O vereador saiu em defesa da categoria. “A Polícia Militar e a Codetran precisam se entender. Não dá é para sair multando os taxistas porque o entendimento de um órgão é diferente de outro. Famílias de trabalhadores, o turismo e a economia da cidade não podem ficar reféns de interpretações de lei de trânsito”, argumentou.

Cidades, Geral

Daniela diz em nota ser “contrária ao nazismo” após fala polêmica em coletiva

Jornalista questionou governadora sobre o pai dela ser admirador de Hitler

Cidades

Motorista de caminhão morre e adolescente fica ferido em acidente na BR-101

A colisão ocorreu no quilômetro 25 da BR-101, por volta das meia-noite

Cidades

Parte de casa desaba e mata criança de 2 anos no Litoral Norte de SC

A mãe e uma irmã de 5 anos também ficaram feridas e estão no hospital

Cidades

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro por ex-servidora e alega “armação eleitoral”

A ex-funcionária relata que os abusos teriam iniciado no ano de 2017, o prefeito diz que foi um relacionamento consensual

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Mais notícias