keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Daniela cumpre agenda com chefe do Ministério Público de SC

A governadora interina Daniela Reinehr visitou no final de tarde desta sexta-feira (30) o procurador-geral de Santa Catarina, Fernando da Silva Comin. O encontro ocorreu na sede do Ministério Público de SC (MPSC), em Florianópolis. […]

X
Divulgação

A governadora interina Daniela Reinehr visitou no final de tarde desta sexta-feira (30) o procurador-geral de Santa Catarina, Fernando da Silva Comin. O encontro ocorreu na sede do Ministério Público de SC (MPSC), em Florianópolis. O chefe da Casa Civil, general Ricardo Miranda Aversa, também participou do ato. 

Esta agenda faz parte de um roteiro inicial de governo cumprido por Daniela em todos os poderes de Santa Catarina. Ela já visitou o presidente da Assembleia Legislativa de SC (Alesc), deputado Julio Garcia (PSD), e o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Adircélio Moraes Ferreira Júnior. Em breve, deve encontrar-se também com o presidente do Poder Judiciário, desembargador Ricardo Roesler. 

Além disso, Daniela prepara trocas no Executivo para as próximas semanas. Até agora, apenas dois nomes foram apresentados no primeiro escalão: Miranda, na Casa Civil, e Luiz Dagoberto Corrêa Brião, para a Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Entre os cargos em análise, está o de secretário-executivo de Comunicação, desocupado desde a saída de Gonzalo Pereira, em julho. 

Recentemente, a governadora interina confirmou a permanência dos quatro titulares do Colegiado Superior de Segurança Pública: Paulo Koerich (Polícia Civil), Dionei Tonet (Polícia Militar), Charles Vieira (Corpo de Bombeiros), e Giovani Eduardo Adriano (Instituto Geral de Perícias (IGP). 

Juliano Chiodelli, que acumulava os cargos de titular e adjunto da Casa Civil, ficará apenas como adjunto. 

Fonte: Visor Notícias

Política

Lula começa a fazer visitas no Nordeste

Leia na Coluna Esplanada desta sexta-feira (18) direto de Brasília

Política

Deputados voltam a discutir homeschooling em Brasília

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

Mais notícias

Segurança

Mulher que matou filha de 41 dias de vida é condenada a mais de 18 anos de prisão em Chapecó

Segundo depoimentos, ao ser informada sobre a morte da bebê, a mãe não teria esboçado reação e não parecia nervosa.

Geral

Após um ano do julgamento dos royalties no STF, SC ainda trava luta judicial por recursos

O indicativo de receber R$ 300 milhões correspondia apenas aos valores depositados ao Paraná, com correção monetária, mas sem juros.