keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Cometa Neowise pode ser visto das regiões Sul e Sudeste do Brasil

Oficialmente chamado de C/2020 F3, o cometa Neowise, visível no Hemisfério Norte desde o início do mês, agora pode ser observado nas regiões Sudeste e Sul do Brasil. O corpo celeste pode ser visto no início da noite, próximo da linha do horizonte, à direita do pôr do Sol. 

“Ele é um dos mais brilhantes dos últimos 20 anos e, até dois dias atrás, era visível no Hemisfério Norte a olho nu. Agora ele está visível aqui no Hemisfério Sul, em particular na Região Sudeste do Brasil, porém está com o brilho um pouco mais fraco. Será um pouco mais difícil de observar a olho nu, mas com pequenos telescópios ou binóculos é possível observá-lo”, disse o físico e astrônomo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Guaratinguetá, Othon Winter.

O cometa tem diâmetro aproximadamente de cinco quilômetros e é formado de gelo e poeira. Quando passa próximo ao Sol, como ocorre agora, libera gás, o que forma uma nuvem luminosa chamada coma, que envolve o núcleo do cometa. Junto dessa nuvem, formam-se duas caudas, uma de gás e outra de poeira, que se estendem por centenas de milhares de quilômetros, dando o formato característico do cometa.

O Neowise recebeu o mesmo nome do telescópio espacial da Nasa que o identificou, em 27 de março. Ele só voltará a ser visível na Terra a olho nu novamente daqui a 6,8 mil anos.

Brasil

Namorada é suspeita de usar agulha de narguilé para matar jovem de 24 anos

Segundo ela, os dois brigaram por causa de um pastel, ele quebrou o narguilé e ela o atingiu no peito com a agulha durante a briga

Brasil

Trabalhadores nascidos em dezembro recebem nesta segunda crédito do FGTS

Pagamento é feito por meio da conta poupança digital da Caixa

Brasil

Xuxa revela que levou fora de Pelé por ser virgem

Autobiografia de Xuxa promete fazer grandes revelações

Brasil

Desgaste faz Planalto buscar nome para o lugar de Paulo Guedes

Leia na Coluna esplanada de hoje direto de Brasília

Brasil

São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac

Medicamento estará disponível ainda em outubro

Mais notícias