keyboard_backspace

Página Inicial

Coronavírus

Com avanço da vacinação, mortes por covid-19 caíram 46% em SP

De março a junho, o número de pacientes internados caiu 44%

X
Foto: Secom/Divulgação

Com o avanço da vacinação, as mortes por covid-19 caíram 46% entre março e junho deste ano no estado de São Paulo. A informação foi dada hoje (14) pelo governo paulista.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, no mês de março, pico da segunda onda da pandemia, a proporção dos pacientes que morriam após internação por covid-19 era de 31%. Em junho, essa proporção passou para 19%. “A queda acentuada da letalidade por covid-19 em São Paulo é resultado dos altos índices de cobertura vacinal”, disse Doria.

Nesse mesmo período, o número de pacientes internados caiu 44%. “Seguramente, isso mostra o impacto da vacinação e essa redução será ainda maior à medida em que estamos progredindo a vacinação para mais faixas etárias”, disse Jean Gorinchteyn, secretário estadual da Saúde.

Hoje há 7.812 pacientes internados em unidades de terapia intensiva (UTI) do estado e 7.664 em enfermarias. A taxa de ocupação de UTIs é de 64,95% em todo o estado. Há uma semana, o número de pacientes internados em UTIs era superior a 8,7 mil e a taxa de ocupação de leitos de UTIs estava em 70,19%.

Na semana passada, o estado registrou queda de 10,7% no número de novos casos da covid-19 em relação à semana anterior, com uma média diária de 11.650 novos casos. Apesar de essa ser a quarta semana de queda consecutiva nesse indicador, o patamar de novos casos por dia ainda é muito superior ao que era registrado entre janeiro e fevereiro deste ano.

Também foi registrada queda de 14% no número de internações, com média móvel de 1.696 internações por dia, patamar também superior ao registrado entre janeiro e fevereiro deste ano. Essa foi a quinta semana consecutiva de queda nesse indicador. As mortes, por sua vez, caíram 26,1% na semana passada em relação à semana anterior, com uma média móvel de 373 mortes por dia, quarta semana consecutiva de queda. Neste ano, a menor média móvel diária de mortes foi registrada na primeira semana de janeiro, com 213 mortes por dia.

Apesar dessa queda nos indicadores, o Centro de Contingência do Coronavírus alertou a população paulista de que a pandemia ainda não está controlada no estado. Por isso, as medidas sanitárias de uso de máscara e distanciamento social ainda devem ser mantidas. O controle da pandemia só deve começar a ocorrer a partir de setembro, estimou o Centro de Contingência. E de forma gradual.

“Nós não estamos perto dessa volta à normalidade. Ela vai ser adquirida de forma gradual e está relacionada diretamente ao processo de imunização”, disse João Gabbardo, coordenador executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

“Quanto tivermos, em agosto, 100% da população acima de 18 anos já vacinada [no estado de São Paulo], isso significará que temos 80% da população do estado de São Paulo vacinada, já que 20% da população tem menos de 18 anos”, explicou Gabbardo. Segundo ele, essa população menor de 18 anos não costuma apresentar casos graves, mas é um grupo que se expõe bastante e pode aumentar a transmissibilidade do vírus.

O estado de São Paulo pretende vacinar adolescentes entre 12 e 17 anos de idade a partir do final de agosto, logo após encerrar a imunização da população adulta. Assim, o estado pode alcançar 84% de sua população vacinada, restando os 16% de crianças, cuja vacinação ainda não está prevista por falta de testes de vacinas com essa faixa etária.

“Acreditamos que, ao final do mês de setembro, com 84% da população [de São Paulo] vacinada, teremos o controle da pandemia. E é muito provável que a partir daí possamos flexibilizar algumas atividades que ainda não são possíveis”, disse Gabbardo.

CoronaVac

Hoje pela manhã, o Instituto Butantan entregou mais 800 mil doses da vacina CoronaVac, contra a covid-19, ao Ministério da Saúde. Amanhã (15) devem ser entregues mais 200 mil doses do imunizante. Com essa entrega de hoje, o Butantan já liberou 54,149 milhões de doses de vacinas ao Ministério da Saúde. A expectativa do instituto é de que, até o final de agosto, um total de 100 milhões de doses dessa vacina sejam entregues para a pasta.

Fonte: Agência Brasil

Fonte: Visor Notícias

Coronavírus

SC aplica mais de um 1,6 milhão de doses contra Covid-19 em julho

Santa Catarina segue cumprindo o calendário vacinal e dando passos importantes na vacinação contra a Covid-19. Em 30 dias, o Estado ultrapassou a marca de junho e aplicou 1.613.444 doses de vacina. Julho se tornou o […]

Coronavírus

SC tem uma região em risco alto, 11 em situação grave e quatro em risco gravíssimo para a Covid-19

As quatro regiões classificadas no gravíssimo apresentaram nota máxima de risco em transmissibilidade, que avalia o RT e os casos infectantes

Coronavírus

Bebê de 6 meses morre vítima da Covid-19 em Santa Catarina

A vítima não tinha nenhuma comorbidade e foi sepultada no Cemitério Municipal da Fazenda

Coronavírus

SC recebe 220 mil doses da vacina contra a Covid-19

O avião com as 120.510 doses da Pfizer pousou às 8h10 no aeroporto de Florianópolis

Coronavírus

Governo de SC notifica Veigamed e pede ressarcimento dos R$ 33 milhões

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) intimou e notificou nesta sexta-feira (30) a empresa Veigamed pedindo a devolução dos R$ 33 milhões pagos pelos 200 respiradores pulmonares em 2020 que nunca chegaram ao Estado. […]

Mais notícias

Cultura e Lazer

Profissionais de saúde fazem voo de balão em Balneário Camboriú

As empresas envolvidas foram a Vou de Balão, Golfier Ballons, a DZ Quatro Sete, e o empresário e paraquedista Daniel Cajal

Geral

Judô é o esporte com mais medalhas olímpicas do Brasil

Tauan Gomes, educador físico e filho de atletas com medalhas, conta sobre os benefícios da luta