keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Arteris não irá praticar o reajuste do pedágio até que o TCU esclareça a medida cautelar

A concessionária Arteris Litoral Sul, que responde pela BR-101, informou que a tarifa praticada nos pedágios continuará a mesma até que a medida cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU) seja esclarecida. A empresa ainda aguarda a notificação da ANTT sobre o assunto.

O reajuste acordado com o governo federal, por meio da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestes) aumentaria a tarifa em 44% (R$ 3,90). O TCU se manifestou contrário ao reajuste, que deveria acontecer à meia-noite de sábado (06).

Segundo a empresa, o reajuste consideraria a correção frente à inflação (4,19%), e contemplaria o reequilíbrio econômico-financeiro referente ao trecho sul do Contorno Viário de Florianópolis, após alterações de traçado e construção de túneis não previstos no projeto original.Um condomío foi autorizado pela prefeitura de Palhoça sobre o traçado original da nova rodovia, obrigando a construção de túneis.

O temor das autoridades da região agora é de que a construção do Contorno Viário de Florianópolis atrase ainda mais, já que o reequilíbrio do contrato seria necessário para o custeio dos túneis. A Fiesc – Federação das Indústrias, já se manifestou preocupada com o andamento da obra e contra a suspensão do reajuste.

O Procon do Estado também tinha se posicionado contra o reajuste, alegando que a pandemia do coronavírus reduziu os ganhos das famílias e dos transportadores e que o reajuste era desproporcional diante dessa realidade.

Geral

Defesa Civil alerta para mar com ondas de 3 metros e ressaca em Santa Catarina

Essa condição deve permanecer até o período da noite de segunda-feira (21)

Geral

Família de jovem encontrado morto em Balneário Camboriú publica mensagem emocionante

Geisel foi encontrado morto na região sul de Balneário Camboriú

Geral

Liberado o cultivo de moluscos em Penha e Porto Belo

Santa Catarina é o maior produtor nacional de moluscos, com 39 áreas de produção distribuídas em 11 municípios do Litoral

Geral

Jovem pede ajuda após amputar duas pernas e dedos das mãos

Julia pede a ajuda da comunidade para poder voltar a andar

Mais notícias