keyboard_backspace

Página Inicial

Coronavírus

Um ano de pandemia em SC: protocolos de saúde, serviços online e fiscalizações alteram o cotidiano dos catarinenses

A colaboração de cada cidadão sempre foi considerada fundamental para o sucesso das medidas de enfrentamento à doença

X
Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

Máscara de proteção individual, álcool gel, distanciamento social, trabalho e ensino remoto: em março de 2020, essas expressões começavam a fazer parte do cotidiano dos catarinenses. Um ano após o primeiro decreto do Governo do Estado com ações mais restritivas para conter a propagação do vírus, além de hábitos diários da população essas medidas continuam fundamentais no enfrentamento à pandemia. Neste período, o Executivo estadual investiu em infraestrutura hospitalar, com ampliação de leitos e equipe, iniciou a vacinação e atuou na criação de protocolos sanitários contra a doença. O trabalho também se traduziu no reforço à fiscalização – cerca de 490 mil registros em um ano -, investimentos em subsídios e crédito para o setor produtivo na ordem de R$ 1,4 bilhão, além do sistema de aulas online com cobertura para 96,7% dos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio da rede estadual.

“Nossa prioridade sempre foi salvar vidas, mas também entendemos que é fundamental apoiar o setor produtivo e viabilizar a retomada das atividades. Nossos esforços se traduzem em bons números de emprego e outros indicadores de atividade econômica catarinense, que colocam o Estado em destaque no cenário nacional”, afirma o governador Carlos Moisés.

Na área econômica, o Governo do Estado implantou o Plano de Enfrentamento e Recuperação Econômica, que foi desenvolvido pela Comissão de Desenvolvimento Econômico (CDE). O pacote, entre outras medidas, prevê a carência e postergação dos contratos de financiamento em andamento, novas linhas de crédito de capital de giro para micro e pequenas empresas (MPEs), linhas de crédito para o microempreendedor individual (MEI), entre outras ações de subsídio.

Os esforços do Governo do Estado no setor, aliados à criatividade e superação dos empreendedores, vêm gerando bons números de emprego e outros indicadores de atividade econômica catarinense. Santa Catarina está com a mais baixa taxa de desocupação do país, segundo dados do IBGE, de 5,3% no quarto trimestre de 2020. Além disso, os índices de atividade industrial e as vendas dos setores de comércio e serviços têm acumulado altas, demonstrando consistência na recuperação da atividade econômica.

A necessidade de manter o ensino em dia mesmo com a necessária distância física fez da tecnologia uma aliada de professores e servidores da educação estadual. Em 2020, Santa Catarina foi um dos primeiros estados do país a implementar o sistema de atividades não presenciais.

Os alunos da rede estadual passaram a realizar as atividades de forma online ou por materiais impressos, inserindo também os estudantes com acesso restrito ou sem internet. Como efeito dessas adaptações, os estudantes se mostraram engajados na realização das atividades: 96,7% dos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio encerraram 2020 sendo atendidos.

A Secretaria de Estado da Educação, além de liderar um comitê formado por 15 entidades que elaborou o Plano de Contingência Estadual para Educação (PlanCon), também desenvolveu de forma democrática três modelos para atender os 527 mil alunos da rede: 100% presencial, misto e 100% remoto. Com a segurança como pilar do ano letivo, a SED mantém a opção para que os pais possam escolher entre o ensino presencial ou remoto para seus filhos e segue fiscalizando o cumprimento das medidas de segurança nas escolas para oferecer uma educação de qualidade.

A colaboração de cada cidadão sempre foi considerada fundamental para o sucesso das medidas de enfrentamento à doença. Ainda no início da pandemia um guia com orientações para o convívio responsável foi publicado no site www.coronavirus.sc.gov.br e que pode ser acessado neste link.

Além de investir em campanhas de conscientização e educação sobre o uso correto de máscara, álcool gel e higiene das mãos, o Governo do Estado também realizou de forma contínua a fiscalização do cumprimento das medidas e protocolos.

Desde o início de março de 2020, as forças de segurança pública catarinense estiveram nas ruas realizando a fiscalização. Juntos, Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros Militares chegaram próximos de 500 mil fiscalizações em território catarinense.

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Santa Catarina contabilizou mais de 40,4 mil inspeções no período. Foram mais de 8,4 mil autos de intimação e 2,8 autos de infração lavrados.

Fonte: Visor Notícias

Coronavírus

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta quatro regiões em estado grave e 12 em nível gravíssimo

No último boletim, divulgado em 03 de abril, apenas a região de Xanxerê encontrava-se no nível grave, as demais estavam em estado gravíssimo

Coronavírus

São José amplia vacinação para 66 anos nesta sexta e 65 anos no sábado

Também será oferecida a segunda dose para os idosos acima de 75 anos que fizeram a primeira dose da vacina Coronavac/Butantan.

Coronavírus

Nova remessa com quase 145 mil doses da vacina contra a COVID-19 chega em SC nesta quinta-feira

Com mais essa remessa, Santa Catarina soma um total de 1.472.740 doses recebidas. Estado distribui 234.750 doses para todos os 295 municípios

Coronavírus

Professoras da rede municipal de ensino morrem no mesmo dia com Covid-19 em SC

Vítimas tinham 41 e 57 anos e tiveram complicações causadas pelo coronavírus

Mais notícias

Segurança

Homem é morto com pedradas na cabeça em Santa Catarina

Apesar das buscas, o suspeito do crime não foi encontrado

Segurança

Corpo é encontrado pelos bombeiros no rio Itajaí-Açu

O corpo aparenta ser de um homem adulto e estava boiando no rio