keyboard_backspace

Página Inicial

Tempo

SC se prepara para enfrentar um inverno severo; expectativa de geada e neve

O fenômeno La Niña estará presente no Oceano Pacífico a partir de março. Confira a previsão para os próximos meses:

Serra de SC amanhece com paisagem de inverno e campos cobertos por geada em plena primavera 3 Visor Notícias
Foto: Mycchel Legnaghi, São Joaquim Online

Santa Catarina se prepara para enfrentar um inverno mais severo em 2024 em comparação com o ano passado, com a expectativa de episódios de geada e neve. O meteorologista Piter Scheuer destaca que a partir de junho, o estado experimentará um período mais seco, caracterizado por massas de ar frio mais intensas, aumentando a probabilidade de ocorrência de geada e até neve nas regiões da Serra Catarinense e Gaúcha.

“Na metade do ano para frente é para ser mais seco com massas de ar frio mais definidas. Este ano, podemos esperar mais geada e episódios de neve, especialmente na Serra Catarinense e Gaúcha. Provavelmente teremos um inverno mais rigoroso do que o ano passado,” afirma o meteorologista Piter Scheuer.

Episódios de geada, neve e chuvas

O clima em Santa Catarina durante 2024 será caracterizado por chuvas irregulares em março, com volumes variando entre os municípios. Em abril, espera-se chuvas mais volumosas e abrangentes, superando a média em muitas cidades. O mês de maio pode trazer a possibilidade de geada, principalmente nas áreas mais elevadas do estado. Destaca-se também a chance de um “veranico” na segunda quinzena de maio, com temperaturas mais altas antes do início oficial do inverno.

La Niña em 2024 e seus efeitos

O fenômeno La Niña estará presente no Oceano Pacífico a partir de março de 2024, mas seus impactos no clima de Santa Catarina serão mais perceptíveis a partir da metade do ano. Scheuer explica que o tempo de resposta da atmosfera leva cerca de dois meses, indicando que os efeitos do La Niña, como períodos mais secos e massas de ar frio intensas, serão mais evidentes a partir de maio.

Efeitos esperados do La Niña

  • Período mais seco: A partir de junho, o estado deve experimentar um período mais seco, com volumes de chuva abaixo da média.
  • Frio intenso: Massas de ar frio mais intensas podem resultar em mais episódios de geada e neve na Serra Catarinense e Gaúcha.
  • Primavera e inverno: A previsão aponta para uma primavera e inverno de 2024 mais secos e frios do que a média.

Comparação com 2023

Embora o La Niña de 2024 seja comparável ao de 2023, seus impactos em Santa Catarina serão sentidos a partir da metade do ano. No entanto, é prematuro determinar sua intensidade e os efeitos específicos no estado.

Clima nos próximos meses

  • Março: Chuvas irregulares, com variações entre municípios.
  • Abril: Chuvas mais volumosas e abrangentes, superando a média na maioria das cidades.
  • Maio: Chuvas continuam, com possibilidade de geada na metade do mês, especialmente em áreas elevadas.

Junho a dezembro: Prevê-se um período mais seco, com massas de ar frio intensas, aumentando a probabilidade de geada e neve na Serra Catarinense e Gaúcha. Scheuer destaca que a partir de junho, a tendência é de um clima mais seco.

El Niño persiste, mas enfraquece

No final de fevereiro, os dados indicam que o fenômeno El Niño ainda persiste no Oceano Pacífico, mas sua intensidade está gradualmente diminuindo. O aquecimento mais significativo ocorre no Pacífico Equatorial Centro-Leste. A MetSul Meteorologia observa que, embora enfraqueça, o El Niño deve continuar influenciando o clima por mais algumas semanas. A previsão é que o evento de El Niño, iniciado em junho do ano passado, termine possivelmente em abril ou, no mais tardar, em maio. No inverno e segundo semestre, há crescente possibilidade de retorno do fenômeno La Niña.

Quer receber as notícias em tempo real?

Clique aqui para entrar no nosso grupo do WhatsApp e fique sempre bem informado.

⚠ ATENÇÃO: Caso não esteja conseguindo clicar no link das notícias, basta adicionar um administrador do grupo em sua lista de contatos.

Fonte: SCC10

Sobre o autor:
Barbara
Barbara Machado
Barbara Machado, nascida em Florianópolis, jornalista no Visor Notícias com foco na redação. Mostrou paixão pela escrita desde os 9 anos, tendo sua poesia publicada em um livro da cidade. Encontrou sua vocação no jornalismo, adquirindo experiência em cobertura de eventos, participando de coletivas e muito mais, marcando sua trajetória com determinação, coragem e resiliência. Valoriza a precisão e a veracidade dos fatos, o que reflete sua curiosidade e responsabilidade no jornalismo.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Tempo

Rio do Sul registra dia mais chuvoso em oito anos

Em apenas 24 horas, o rio subiu quase cinco metros e meio, provocando uma nova enchente na cidade

Tempo

Governo de SC acionará grupo de respostas rápidas a eventos extremos

Expectativa é que nas próximas horas a frente fria comece a avançar em direção ao Norte

Tempo

Rio Itajaí-Mirim extravasa e pode passar de seis metros

Segundo a Defesa Civil, outros dois picos podem acontecer à meia-noite e às 5h da madrugada do domingo (19)

Tempo

VÍDEO: Alerta para risco de alagamentos em São João Batista

Segundo a DEfesa Civil, nível do Rio Tijucas atingiu 5,32 metros às 19h deste sábado (18)

Mais notícias

Segurança

Helicóptero cai com Presidente do Irã e comitiva

Cerca de 40 equipes de resgate, apoiadas por drones e montanhistas experientes, estão intensificando as buscas no local