keyboard_backspace

Página Inicial

Coronavírus

Polícia investiga sumiço de vacinas contra Covid-19 em posto de saúde em SC

Equipes do Posto de Saúde identificaram o sumiço de 10 doses

X
Foto: Prefeitura de Apiúna

A Polícia de Apíuna, no Médio Vale do Itajaí, investiga o sumiço de dez doses da vacina contra o coronavírus de um posto de saúde. Funcionários perceberam o problema há uma semana, no dia 10 de março, e alertaram a secretaria de Saúde, que registrou boletim de ocorrência. Nenhum suspeito foi identificado até o momento.

Conforme a secretária municipal de Saúde, Marciane Ferrari, no final da tarde de quarta-feira (10) ela foi comunicada do desaparecimento dos frascos de dentro de uma geladeira. A equipe então acionou a Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar o caso. Servidores e pessoas que passaram pela unidade naquele dia estão sendo ouvidos na delegacia.

Imagens das câmeras de segurança foram entregues às autoridades policiais, mas de acordo com o agente George Samagaia ainda não foi possível identificar algum suspeito. A Polícia Civil trabalha com duas hipóteses: alguma pessoa de fora teria aproveitado para furtar as vacinas (na sala é feita a imunização de outras doenças, não só coronavírus, o que torna o movimento maior) ou algum funcionário subtraiu o material.

“Todos os servidores que têm acesso à sala já receberam as duas doses da vacina”, pontua Samagaia. A prefeitura abriu sindicância para apurar os fatos internamente. Marciane lamentou o ocorrido e disse ser a primeira vez em 21 anos de profissão que vivencia algo do tipo. “E isso não aconteceu em nenhum município da região, infelizmente fomos os primeiros. É muito difícil. Há tantos idosos aguardando a vacina. São dez doses a menos”, lamentou.

Os frascos seriam a primeira dose para dez moradores. Além de identificar o autor, a polícia pretende descobrir o que foi feito com as vacinas. Além do furto ou peculato (quando é cometido por funcionário público), o responsável pelo desaparecimento pode responder por crime sanitário. Porém, Samagaia aguarda a conclusão do inquérito para definir quais os delitos cometidos. Ainda não há data para isso. Por lei, a investigação dura 30 dias, podendo ser prorrogada.

Fonte: NSC

Coronavírus

Santa Catarina ultrapassa um milhão de doses aplicadas contra a Covid-19

As doses aplicadas tiveram como foco os trabalhadores de saúde, idosos de 65 anos ou mais, comunidade quilombola, população indígena e pessoas com deficiência institucionalizadas e idosos em instituições de longa permanência.

Coronavírus

SC receberá mais de R$ 20 milhões para Centros de Atendimento Covid

Os recursos destinados para os 99 municípios serão para as competências financeiras de abril a junho.

Coronavírus

Vacinação contra a Covid-19 pode ser agendada de forma online em São José

No site, o cadastro está liberado para todos, porém agora o QR-Code está sendo enviado via Whatsapp.

Coronavírus

SC confirma 45 novos casos da variante brasileira e dois casos novos casos da variante do Reino Unido

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) reforça que os cuidados de prevenção à Covid-19 devem ser adotados por toda população catarinense para redução da transmissão do coronavírus.

Coronavírus

Santa Catarina ultrapassa 12 mil mortes por coronavírus

Casos de infecção pelo novo coronavírus já foram confirmados em todos os 295 municípios de Santa Catarina.

Mais notícias

Segurança

Homem mata filha, esfaqueia quatro pessoas da família e tenta suicídio em SC

A esposa de Claudinei recebeu uma medida protetiva de violência doméstica contra ele. No mesmo dia, os policiais acompanharam a mulher até a casa do casal, para ela buscar os pertences.

Segurança

Homens são vistos fugindo após incendiar quiosque em Porto Belo

A dona do quiosque disse para os oficiais que atenderam a ocorrência que já vinha recebendo ameaças.