keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Justiça nega indenização para família de preso que morreu de Covid-19

Pais da vítima de 24 anos pediram R$ 100 mil e pensão mensal

A 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve sentença da comarca de Tangará que negou indenização por danos morais em favor de familiares de um detento que morreu quando cumpria pena na Unidade Prisional Avançada de Videira, em março de 2017. Os pais da vítima, que contava 24 anos na época, pediam R$ 100 mil e pensão mensal. Para tanto, sustentavam omissão do Estado em seu dever de resguardar a integridade física do preso, que era portador do vírus HIV.

O Estado comprovou, no entanto, que o recluso seguia rotina normal dentro do estabelecimento e desenvolvia inclusive atividade externa em entidade conveniada, desde setembro de 2016. O encarregado da empresa, ouvido em juízo, garantiu que nos cinco meses em que o reeducando desenvolveu atividades naquele estabelecimento nunca informou que era portador de HIV ou de qualquer outra moléstia de igual gravidade, assim como realizou seus trabalhos de forma regular sem ausências injustificadas ou justificadas por motivo de saúde.

Somente próximo ao carnaval de 2018, conforme a ficha do detento, houve queixa de dores de garganta, que não cessaram mesmo após o uso de analgésico. Mantido o estado de indisposição, ele foi encaminhado para consulta médica e realizou exames, que então apontaram a presença do HIV e complicações dele derivados. O próprio reeducando demonstrou surpresa com o diagnóstico. Internado, não resistiu e morreu passados poucos dias. .

“Não procede a alegação no sentido de que não teria sido prestado atendimento médico e os demais cuidados necessários, bem como inexiste comprovação de que, no curto período que separa a prescrição médica (…) da realização dos exames o recluso estivesse em estado crítico, com fortes dores, e clamando por novo atendimento imediato, como afirma a requerente, o que torna aceitável o intervalo de tempo em que se cumpriram as providências relativas à assistência à saúde”, registrou a desembargadora Vera Copetti, relatora da matéria, cujo trânsito em julgado ocorreu no final do último mês de julho deste ano.

Geral

SC implanta biometria para coletar digitais de recém-nascidos ainda na sala de parto

Solução permite a identificação biométrica ainda na sala de parto

Geral

Caso Emerson: Corpo do empresário foi encontrado com corda no pescoço

Em avançado estado de decomposição, equipes do IML fizeram o recolhimento do corpo

Geral

Mulher ganha bebê na sala de casa em Indaial

Uma mulher de 36 anos deu à luz um menino na sala de casa em Indaial na noite desta segunda-feira (23). Segundo informações dos bombeiros, o parto ocorreu no bairro Estrada das Areias. Com isso, […]

Geral

Empresa cria vinho “Bolsonaro Il Mito”; garrafa custa R$139

Além do vinho, a marca também está disponível em sua versão espumante

Geral

Vídeo: Risco de estiagem faz com que Casan use sonda de perfurar petróleo para buscar água na Serra Catarinense

A Casan contratou empresas especializadas com tecnologia semelhante a extração de petróleo, que montou uma plataforma e uma sonda

Mais notícias