keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Justiça determina que caminhoneiros desobstruam rodovias federais em SC

Os juízes deram autorização para que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) faça a remoção dos veículos que trancam pontos da BR-101, no trecho Sul, e um ponto da BR-116

X

Uma decisão liminar, no final da tarde de hoje (08/09), por parte da Justiça Federal de Santa Catarina, determina que os caminhoneiros desobstruam as estradas e permitam o livre fluxo de veículos no Estado.

A decisão tem por base duas ações que ingressaram em juízo no começo da tarde. São dois pedidos diferentes. Em ambos, os juízes dão autorização para que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) faça a remoção dos veículos que trancam pontos da BR-101, no trecho Sul, e um ponto da BR-116.

No caso da BR-101, o pedido foi feito pela CCR Via Costeira, concessionária da rodovia. Por isso a decisão vale entre a região de Paulo Lopes, na Grande Florianópolis, e a divisa com o Rio Grande do Sul. A juíza Ana Lidia Silva Mello, da Justiça Federal de Tubarão, concedeu a liminar para que os caminhoneiros “devidamente identificados” se abstenham de ocupar, impedir ou dificultar o trânsito e a passagem sobre a rodovia.

No caso da BR-116, no Planalto Norte catarinense, o pedido de desobstrução foi feito pela BRF, empresa de alimentos. O juiz Joseano Maciel Cordeiro, da Justiça Federal de Jaraguá do Sul, concedeu a liminar para que a “União que tome as providências necessárias para evitar que se obstrua, por qualquer meio, a passagem de caminhões e veículos que estejam trafegando por conta e ordem da autora (BRF S/A) na rodovia BR 116 em Santa Catarina”.

Para o descumprimento da ordem na BR 101 a multa é de R$ 50 mil. Para a BR-116 a multa é de R$ 10 mil. A juíza que concedeu a liminar à CCR também determinou que a PRF poderá “utilizar as medidas necessárias a garantir o atendimento da decisão”. Ela ainda completou: “a desobstrução da estrada, em caso de descumprimento da medida, deverá ser levada a efeito pela própria Polícia Rodoviária Federal, no uso de suas atribuições, cabendo a ela decidir sobre a necessidade de solicitação de auxílio à vista do caso concreto, observador os ditames pertinentes à sua atuação”.

O bloqueio de rodovias catarinenses já traz impactos para a sociedade. Em manifestação oficial nesta quarta-feira (8), o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, pediu tolerância aos manifestantes. Por meio da entidade, Aguiar encaminhou ofícios ao governo do Estado, à Polícia Rodoviária Federal e à Confederação Nacional das Indústrias.

“O movimento já causa prejuízos consideráveis para o setor industrial e ameaça continuidade da produção e do transporte de insumos e produtos. Poderá comprometer o cumprimento de contratos, afetando diretamente a competitividade de Santa Catarina e do Brasil, prejudicando emprego e a renda”, disse.

Fonte: Visor Notícias com informações NSC Total e ND Mais

Geral

SC repassa R$465 milhões para obras nas BR-470, BR-280, BR-163 e BR-285

O chefe do Executivo estadual destacou a importância dos investimentos para alavancar o desenvolvimento econômico das regiões catarinenses

Geral

Vítima de um AVC que o tirou dos palcos, Ivonir Machado homenageia o irmão, Airton Machado, morto nesta semana

O Rei da Vanera lembrou os tempos de criança, quando começou a cantar ao lado do irmão, que era o líder do Garotos de Ouro

Geral

Construtora de Itapema contrata morador de rua que usava cartaz para pedir emprego

Foto comoveu empresa que contratou o homem que já morava nas ruas há dois anos

Geral

Vídeo: Morador de SC que vive com ratão-do-banhado ganha novo amigo inusitado

Os animais vivem em harmonia em uma propriedade rural no interior de Chapecó, no Oeste do Estado

Geral

Em Navegantes, governador encaminha acordo para acelerar obras nas rodovias federais

O ato precedeu a assinatura dos documentos, marcada para esta tarde no Ministério da Infraestrutura, em Brasília

Mais notícias

Geral

SC repassa R$465 milhões para obras nas BR-470, BR-280, BR-163 e BR-285

O chefe do Executivo estadual destacou a importância dos investimentos para alavancar o desenvolvimento econômico das regiões catarinenses

Segurança

Operação da Polícia Civil apura venda de carne de cavalo e mula para consumo humano

Nove mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária são cumpridos na cidade de Morro da Fumaça