keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Defesa Civil alerta para temporais e queda de granizo em Santa Catarina

Segundo a Defesa Civil, há risco de chuva forte com rajadas de vento intensas e eventual queda de granizo

X
Flávio Tin/ND+/Imagem Ilustrativa

Entre o final da tarde e noite desta quarta-feira (02), as condições de tempo são favoráveis a ocorrência de tempestades severas entre as regiões do Oeste e Planaltos de Santa Catarina. Segundo a Defesa Civil, há risco de chuva forte com rajadas de vento intensas e eventual queda de granizo.

Não se descarta a ocorrência de alagamentos de forma pontual. No decorrer da madrugada de quinta-feira (03), há chance de temporais nas demais regiões do Estado.

A Defesa Civil orienta para que as pessoas busquem local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados. Em local abrigado, as pessoas devem ficar longe de janelas, desligar aparelhos eletrônicos. O banheiro em alvenaria é um local muito seguro. Na praia, a pessoa jamais deve ficar na água.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Deputada Paulinha participa do dia histórico que deflagrou o inicio da campanha de imunização contra o Covid-19 em Santa Catarina

Hoje, 18 de janeiro, é um dia histórico para Santa Catarina e foi testemunhado de perto pela deputada Paulinha, que fez questão de comparecer no Instituto de Cardiologia, anexo ao Hospital Regional de São José, […]

Geral

Terremoto é registrado perto da fronteira da Argentina com o Chile

Algumas áreas ficaram sem eletricidade. As autoridades não anunciaram, até o momento, se houve mortos e feridos.

Geral

Balcão de empregos de Itajaí tem mais de 800 vagas abertas

Entre as vagas disponíveis é possível encontrar desde Recepcionista até Pizzaiolo

Geral

Sicredi inaugura nova agência em Balneário Camboriú

Com foco na expansão e proximidade com a população local, a Sicredi Vale Litoral SC inaugura duas agências na região litorânea nesse mês

Geral

Porto Belo proíbe estacionamento de ônibus e caminhões em vias públicas

A decisão foi tomada após avaliação dos riscos que os caminhões e ônibus causam no trânsito quando estacionados

Mais notícias