keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Câmara de São José ampliou economia e relacionamento com a população

Presidente da Câmara e vice-prefeito eleito, Michel Schlemper, faz balanço positivo da gestão que se encerra em dezembro

X

Prestes a concluir seu mandato como presidente da Câmara de Vereadores de São José, o vice-prefeito eleito Michel Schlemper (MDB) comemora os resultados do planejamento estratégico adotado em 2019, que garantiu economia do dinheiro público na casa dos R$ 18 milhões, modernização do funcionamento do Legislativo e aproximação com a comunidade. O projeto “Parlamento Digital”, que transformou em digitais os processos internos da Câmara, servirá de base para a ampliação dos serviços digitais do município, conforme já divulgado durante a campanha do prefeito eleito, Orvino Coelho de Ávila”.

“Conseguimos mudanças significativas na cultura interna do Legislativo, que eu espero que sejam irreversíveis. O cidadão hoje tem como acompanhar a tramitação dos projetos e toda a votação na casa. Todo o trâmite foi digitalizado, acabando com aquele vem e vai de papel”, explicou o presidente e vice-prefeito eleito.

Com o novo aplicativo da Câmara, que é uma das ferramentas implantadas e que integra o sistema, o cidadão tem acesso às propostas e projetos de cada vereador para cada bairro e de forma georeferenciada. E ainda pode enviar sugestões e pedidos para o seu vereador. “Aumentamos de forma significativa a integração entre a população e o eleitor. Com essa ferramenta a população pode cobrar e fiscalizar se o seu vereador realmente está trabalhando por ela”, argumentou.

A volta da TV Câmara São José também faz parte desse contexto. É a primeira emissora de televisão aberta e digital da cidade. E contribui de forma ativa para a aproximação entre a população e os vereadores. “A retomada da emissora e sua reimplantação buscam prestar serviço à sociedade. Colocamos o canal à disposição e transmitimos aulas da rede pública aos nossos estudantes, a partir da pandemia”, destacou.

Gestão conectada com a sociedade

Schlemper acredita estar deixando um importante legado de gestão, associando austeridade com novas tecnologias e principalmente com a interatividade. Foram reduzidos privilégios e até mesmo os salários dos vereadores no momento mais crítico da pandemia. Os recursos economizados nos últimos dois anos foram devolvidos ao município para serem aplicados em necessidades como o atendimento da população contra o novo coronavírus, a compra de remédios, o pagamento de exames e o custeio de obras de infraestrutura. “Nosso planejamento e foco foram importantes para que tivéssemos uma gestão associada ao que a população hoje espera dos vereadores e agentes públicos. Essa expertise com certeza fará a diferença agora, na prefeitura”, finalizou.

Fonte: Visor Notícias

Política

Moisés é absolvido em julgamento e deve voltar ao cargo de governador em Santa Catarina

Por seis votos contrários ao afastamento, o governador volta ao cargo no Estado

Política

AO VIVO: Acompanhe a votação que decide o futuro de Carlos Moisés

O Tribunal Especial de Julgamento vota o primeiro pedido de impeachment contra o governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL) nesta sexta-feira (27) no Plenário da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Clique aqui para […]

Política

2º Turno: Eleitor não pode ser preso a partir desta terça-feira

Restrição a detenções vai até 48 horas após o segundo turno

Política

Vereador e candidato derrotado à Prefeitura de Garopaba é preso em Brasília

Prisão preventiva foi decretada no final do mês de outubro, na Operação Ordem Urbana II, mas Luiz Antônio de Campos, o Luizinho, estava livre porque a legislação eleitoral proíbe a prisão de candidato nos quinze dias anteriores ao pleito, salvo em flagrante delito

Política

Coluna Esplanada: Veja o balanço das eleições municipais em todo o Brasil

Leia a Coluna Esplanada desta terça-feira (17) direto de Brasília

Mais notícias