keyboard_backspace

Página Inicial

Saúde

Primeiras cirurgias do robô cirúrgico deverão acontecer em maio na Unimed Litoral

Adquirido na Inglaterra pela Unimed Litoral, esse robô é o primeiro na Região Sul do País e segundo no Brasil a entrar em funcionamento.

O robô cirúrgico Versius®️, para procedimentos com uso de alta tecnologia, deverá participar das primeiras cirurgias no Hospital da Unimed, em Balneário Camboriú, a partir do mês de maio.

Desenvolvido na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, o Versius®️ é um instrumento de precisão, reunindo o que existe de mais moderno em tecnologia para o trabalho da equipe médica.

“Os cirurgiões estão em treinamento e na expectativa do uso dessa ferramenta valiosa, a tecnologia robótica em nossa instituição”, destacou o Diretor de Serviços Próprios da Unimed Litoral, Mario Fernando Silva.

O diretor explicou que o robô Versius®️ é modular, aceita diversas configurações e tem mobilidade, se adequa às sete salas de cirurgia existentes no Hospital da Unimed em Balneário Camboriú.

O Versius®️ é uma evolução em cirurgias minimamente invasivas, contribuindo para menor desgaste físico e mental da equipe médica, além de colecionar dados visando maior proteção dos pacientes e aperfeiçoamento do processo cirúrgico.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Saúde

Secretaria Municipal da Saúde de Itajaí realiza capacitação sobre HIV/AIDS

Evento teve como objetivo sensibilizar profissionais de saúde sobre o diagnóstico precoce do vírus e novas formas de prevenção

Saúde

Idosos com 60 anos ou mais já podem tomar a 2ª dose de reforço em Itapema

As vacinas utilizadas podem ser das fabricantes Pfizer, Janssen ou Astrazeneca, conforme disponibilidade

Saúde

Álcool + frio: entenda o que o combo provoca no nosso corpo e os efeitos da baixa temperatura

Substância pode ajudar a aquecer, mas, em excesso, prejudica a percepção do frio; entenda os riscos e o que o corpo faz para se proteger quando esfria

Saúde

Vacinação em SC: Idosos com 60 anos ou mais podem tomar a segunda dose de reforço contra a Covid-19

A segunda dose de reforço deve ser aplicada com um intervalo de quatro meses após a primeira dose de reforço

Mais notícias

Mundo

Autora de ‘Como matar seu marido’ é condenada por matar seu marido nos Estados Unidos

Nancy Brophy escreveu um ensaio sugestivo sobre o crime anos antes da morte do cônjuge

Mundo

FBI fez alerta sobre tendência de alta de ataques em massa na véspera de massacre no Texas

Veja números de mortes por armas nos EUA, onde há mais de um ataque em massa por dia.