keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Polícia prende envolvidos no ‘tribunal do crime’ que decidiu assassinar dois jovens em Palhoça

Operação está sendo cumprida em Palhoça, São José e Imbituba

X

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta quinta-feira (19) a Operação “Enigma” para cumprir 12 mandados de prisão temporária e oito mandados de buscas e apreensão expedidos pela Justiça, em Palhoça, São José e Imbituba.

A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça. As investigações apuram um duplo homicídio ocorrido em 19/07/2020, no bairro Aririu, em Palhoça. As vítimas, de 17 anos e 18 anos, foram localizadas em local ermo, apresentando ferimentos de disparo de arma de fogo.

As investigações reuniram provas de que os suspeitos, após o desaparecimento de um homem no município de São José, realizaram uma espécie de “tribunal próprio do crime” em Palhoça, no bairro Caminho Novo, onde o desaparecido residia.

Durante o encontro de criminosos em Palhoça às vítimas, possíveis participantes do homicídio em São José, teriam sido levadas pelos suspeitos para que pudessem ser “julgadas” pelos criminosos e mortas.
A vítima morta em São José teria sido capturada por homens no bairro Ceniro Martins e morta no bairro Areias por ser suspeita de prática de furto no município de Imbituba. O suspeito de ser um dos autores do homicídio em São José estava em Palhoça também para ser “julgado”, mas por ter indicado para os criminosos onde estava o corpo do palhocense desaparecido, não foi morto vindo participar do homicídio dos dois jovens no bairro Aririu.

Ficou demonstrado, através das investigações, que os crimes investigados foram planejados e executados por suspeitos de serem ligados à organização criminosa atuante dentro e fora dos presídios catarinenses. Até às 10h, seis mandados de prisão foram cumpridos e duas armas foram apreendidas. Outras seis pessoas estão foragidas.

Os mandados de prisão dos 12 investigados são pelo duplo homicídio qualificado e por compor organização criminosa.

Participaram da operação as Delegacias de Polícia pertencentes à Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis e K9, policiais militares de Palhoça e São José e policiais civis de Imbituba. “As investigações continuam com objetivo de identificar outros envolvidos”, afirma a Delegada de Polícia Raquel Freire. Os presos permanecem à disposição da Justiça.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Vídeo: Da janela do apartamento delegado atira no bandido durante assalto em Criciúma

Polícia encontrou sangue dentro de um dos carros usados pela quadrilha

Segurança

Membro do PCC preso em Gramado será transferido para Criciúma

Ele foi preso junto com outro comparsa em Gramado, eles são acusados de terem participado do ataque ao Banco do Brasil na madrugada da última terça-feira (01), em Criciúma

Segurança

Golpe do Cartão: novas prisões são realizadas pela Polícia Civil

Sete dias depois da prisão da semana passada, a Polícia Civil prendeu na quinta-feira (03) outros dois homens suspeitos de aplicarem o golpe do cartão (também conhecido como “golpe do motoboy”) em idosos, em Chapecó. […]

Segurança

Suspeito de estuprar diversas crianças e adolescentes é preso em Porto Belo

Abusos duraram por até quatro anos com uma das vítimas

Segurança

Operação ‘Vetus’ que investiga crime contra idosos é realizada em SC

A Polícia Civil de Santa Catarina participa nesta sexta-feira (04) da Operação “Vetus”. A ação faz parte de uma operação inédita coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) com o objetivo de combater […]

Mais notícias