keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Polícia investiga clonagem misteriosa do celular de prefeitos de Santa Catarina

A clonagem dos números de telefones de prefeitos catarinenses tem se tornado frequente. Na última semana, três gestores emitiram nota informando que o número teria sido clonado. Começou com o telefone de Fabrício Oliveira, de […]

A clonagem dos números de telefones de prefeitos catarinenses tem se tornado frequente. Na última semana, três gestores emitiram nota informando que o número teria sido clonado. Começou com o telefone de Fabrício Oliveira, de Balneário Camboriú, e na terça-feira (19) foi a vez de Emerson Stein, de Porto Belo. Na quarta-feira (20), aconteceu com Erico de Oliveira, de Ilhota. Em um dos casos, houve pedido de transferência bancária no valor de R$ 100 mil.

O primeiro caso ocorreu no dia 11 deste mês. Alguém utilizou o aplicativo WattsApp do prefeito de Balneário Camboriú para enviar uma série de mensagens. Em uma delas, houve o pedido de transferência para uma conta da cooperativa Sicoob de R$ 100 mil. Na mensagem, a pessoa solicitava a transação para uma pessoa e que no dia seguinte, apresentaria nota fiscal e empenho. De acordo com a assessoria, o prefeito não conseguia fazer ligações com o número e assessores começaram a desconfiar da conversa, já que por vezes pedia tranferência de contas do município e outras de contas pessoais.

A investigação está em segredo de justiça. Segundo o delegado responsável pelo caso, Julio César Machado de Souza, o surgimento de novas vítimas pode integrar as investigações. “Ficamos sabendo de Porto Belo e Ilhota. Vou procurar a delegada Luana Backes para ver se existe uma ligação. Embora Ilhota não esteja na nossa região, também vou conversar com o delegado de lá”, projeto o delegado.

Em Porto Belo, a pessoa que clonou o telefone do prefeito Emerson Stein tentou contato entre outras pessoas com o o secretário de Finanças, Antônio Brito Júnior, o que mostra que além ter acesso aos números, o criminoso acompanha a rotina dos gestores.

Pelo menos dois dos três números clonados são da operadora Tim, que oferece o serviço de telefonia para órgãos públicos mediante licitação. A reportagem do jornal Notícias do Dia procurou a assessoria da empresa no começo da tarde de quarta-feira. Em princípio, haveria uma resposta sobre uma possível falha na segurança dos dados. Contudo, no final do dia a operadora informou que não ia se pronunciar sobre os casos de clonagem.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Trio que assassinou idoso durante roubo é preso em Joinville

Nesta quarta-feira, foram cumpridas as três prisões e quatro mandados de busca nas cidades de Joinville e São Francisco do Sul

Segurança

Criança encontra o corpo de mãe esfaqueado no quarto de casa

O marido da vítima confessou o crime e alegou “distúrbios psíquicos”

Segurança

Ponte quebra e caminhão fica preso na correnteza de rio em SC

A ponte onde houve o acidente era provisória e tinha a estrutura para aguentar apenas seis toneladas

Segurança

Mulher que morreu em acidente em Porto Belo deixa seis filhos

Após sair da pista, o carro capotou e ficou parcialmente submerso

Mais notícias

Geral

Primeiro clube flutuante de SC naufraga na Ilha das Cabras em Balneário Camboriú

Não havia ninguém no local quando a estrutura se desprendeu. A estrutura ficava atracada na margem direita do Rio Camboriú

Cidades

Força-tarefa de Itapema atuou durante toda a madrugada para diminuir estragos do ciclone

Foram registrados em média 150mm de chuva nas últimas 24h e cerca de 26 mil unidades ficaram sem energia elétrica