keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Homem invade a Prefeitura de Tijucas e afirma que vulcão irá destruir a cidade

Segundo o morador, o alerta era urgente

Imagem Ilustrativa/Pixabay

Um homem visivelmente transtornado entrou na Prefeitura Municipal de Tijucas nesta terça-feira (05) e foi de sala em sala à procura dos responsáveis pela Defesa Civil da cidade.

Segundo informações do Jornal Razão, o homem afirmava firmemente que oito vulcões irão explodir e destruir a cidade. Nas mãos, o homem carregava cinzas.

Segundo o morador, o alerta era urgente e as cinzas que estavam em suas mãos eram vulcânicas. Ele ainda afirmou que o risco era tão grande que, caso alguém acendesse um isqueiro, as cinzas pegariam fogo.

Apesar do desespero do homem, ele aparentava estar tranquilo e conseguia se comunicar “com clareza”. Após ser informado de que os responsáveis pela Defesa Civil não estavam naquele momento, ele deixou o local.

Fonte: Jornal Razão

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Master Clean reinaugura grande loja em Porto Belo

Amigos, familiares e clientes participaram do evento de reinauguração da Master Clean

Geral

Tudo pelo celular! Jovem fica de ‘ponta cabeça’ para tentar recuperar iPhone 13 em SC; Veja o vídeo

A história ganhou repercussão após uma página de humor na internet publicar o vídeo

Geral

Chega ao Brasil embarcação de luxo da Azimut Yachts de 17 metros de comprimento

Azimut 56, fabricada na unidade brasileira da marca, é equipada com 2 motores Volvo 725HP que atingem 32 nós de velocidade máxima

Geral

Mulher afirma ser viajante no tempo e alerta para o pior furacão da história

A “viajante” afirma que o desastre afetará a Carolina do Norte e comunicou sua previsão em um grupo do Facebook

Mais notícias

Segurança

Homem mantém a ex-companheira em cárcere privado e incendeia casa

No momento que a mulher registrava o Boletim de Ocorrência, o suspeito mandou mensagens via aplicativo que atearia fogo na casa