keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem acusado de matar a filha por estrangulamento enfrentará júri

O homem alegou em depoimento não suportar o sofrimento da menina com a separação dos pais

Imagem Ilustrativa/Visor Notícias

A juíza Tatiana Cunha Espezim, da 2ª Vara da comarca de Guaramirim, confirmou para o dia 30 de agosto o julgamento do homem acusado de matar por estrangulamento a própria filha, que contava apenas cinco anos de idade na época do crime.

A denúncia narra que o homicídio, ocorrido em julho de 2021 no bairro Guamiranga, foi por motivo torpe, devido ao fato de o réu não aceitar o fim de relacionamento amoroso com a mãe da criança.

O homem alegou em depoimento não suportar o sofrimento da menina com a separação dos pais. O crime também foi praticado mediante recurso que tornou impossível a defesa da vítima, pois, além de ser pega de surpresa, a pequena não teve forças para se proteger.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Preso em Itapema foragido do Rio de Janeiro por crimes econômicos

O acusado foi encaminhado para a Polícia Federal de Itajaí

Segurança

PF apreende quase 1 tonelada de maconha às margens do Rio Paraná

Toda a maconha abandonada estava acondicionada em 41 fardos

Segurança

Empresária e mãe de uma filha de 10 anos; mulher morre após cair com carro em rio

A vítima era conhecida por ser proprietária de uma gráfica na cidade de Pomerode

Segurança

Criança autista de 3 anos morre após amamentação em Penha

Segundo informações, a mãe da criança amamentou a pequena e em seguida colocou ela para dormir no quarto

Mais notícias

Geral

Fundador da Vinícola Girola morre aos 93 anos em SC

Ele deixa esposa, 10 filhos, 14 netos, 2 bisnetos, familiares e amigos enlutados

Segurança

Preso em Itapema foragido do Rio de Janeiro por crimes econômicos

O acusado foi encaminhado para a Polícia Federal de Itajaí