keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Governo aciona Justiça para impedir aumento no gás natural em Santa Catarina

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SC) ingressou com uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Petrobras para evitar o aumento médio de 40% sobre o preço do gás natural comercializado em Santa Catarina. […]

Arquivo/SCGás

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SC) ingressou com uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Petrobras para evitar o aumento médio de 40% sobre o preço do gás natural comercializado em Santa Catarina. O documento foi encaminhado ao plantão judiciário a fim de impedir que os novos valores entrem em vigor a partir do próximo sábado (1º de janeiro).

O governador Carlos Moisés qualificou como inaceitável o percentual de aumento imposto pela Petrobras. “Entramos com uma ação judicial contra o aumento, em defesa da modicidade tarifária e das condições adequadas para o desenvolvimento econômico de Santa Catarina”, explicou.

No pedido protocolado no final da tarde desta quarta-feira, 29, os procuradores do Estado alegam que o repasse vai impactar o fornecimento de gás feito a milhares de residências e estabelecimentos comerciais e industriais, assim como o abastecimento de boa parte da frota de veículos, especialmente aqueles utilizados para o transporte de passageiros – táxis e aplicativos. Santa Catarina é a quarta unidade federativa que mais consome gás natural veicular (GNV) no Brasil.

“Em última instância, a majoração do custo do gás poderá levar as indústrias a diminuírem o ritmo de produção nos estados nos quais esse insumo for mais caro e aumentar naqueles em que há um custo menor, em nítido prejuízo ao desenvolvimento estadual. O gás natural já sofreu reajustes por parte da Petrobras, que foram repassados pela SCGás, da ordem de 30% em janeiro e 40% em julho deste ano. Somados ao último aumento, tem-se uma duplicação do custo do insumo no intervalo de apenas 12 meses”, justifica a PGE/SC.

O aumento nos valores do gás natural comercializado pela Petrobras também foi alvo de ações judiciais protocoladas por outras unidades federativas: Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio de Janeiro obtiveram, nos últimos dias, liminares favoráveis à suspensão do reajuste.

– Estamos agindo para evitar um impacto gigantesco e irreversível na economia estadual, especialmente no orçamento das famílias, já corroído pela inflação e pela crise econômica provocada pela pandemia. Se o aumento ocorrer, há risco de redução dos investimentos, empregos e até prejuízos ao desenvolvimento de Santa Catarina por conta de uma política de preços arbitrária praticada pela Petrobras – diz o procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza.

Atuam no processo, além do procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza, e do procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos, Sérgio Laguna Pereira, o procurador do Estado Gabriel Pedroza Bezerra Ribeiro.

Fonte: Visor Notícias

Economia

Com alta de 26,6%, SC encerra 2021 com recorde nas exportações

Embarques somaram US$ 10,3 bilhões no período. O resultado é o melhor da série histórica iniciada em 1997, mostra análise do Observatório FIESC

Economia

Governo do Estado deve encaminhar à Alesc proposta de reajuste de 10,5% no salário mínimo regional

O chefe do Executivo afirmou ainda que conversará com os parlamentares para que o projeto seja aprovado sem emendas e com pagamentos retroativos a 1 de janeiro

Economia

Santa Catarina congela ICMS sobre os combustíveis por mais 60 dias

A proposta foi defendida pelo chefe do Executivo do estado, Carlos Moisés

Economia

Dívida pública pode alcançar até R$ 6,4 trilhões em 2022

Números foram divulgados pelo Tesouro Nacional

Economia

Atividade econômica de SC tem o maior crescimento do país em novembro

O indicador, que é considerado uma prévia do PIB, teve avanço de 1,7% em relação a outubro na série livre dos efeitos sazonais. No país, o crescimento foi de 0,7% no mesmo período, mostra análise do Observatório FIESC

Mais notícias

Brasil

Entenda como vai funcionar o autoteste de Covid-19

Uso do exame por leigos foi aprovado hoje pela Anvisa

Segurança

Homem é preso suspeito de realizar financiamentos fraudulentos em Joinville

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville, realizou na tarde de quinta-feira (27) a prisão em flagrante de um homem que era investigado por crime de […]