keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Defesa de Rozalba, que matou amiga grávida e roubou o bebê, pede transferência de presídio após ameaças

Até o momento, a presidiária não sofreu nenhuma tentativa de agressão, mas o advogado teme que uma facção possa pedir sua morte

X
Reprodução/ND

A defesa de Rozalba Maria Grimm, de Canelinha, acusada de assassinar a grávida Flavia Godinho Mafra e ter roubado o bebê de dentro da barriga da vítima, pediu a transferência de Rozalba para o Presídio Feminino da Canhanduba, na cidade de Itajaí. Segundo a defesa, a mulher é hostilizada e sofre ameaças de morte no Presídio Regional de Tijucas, onde está presa atualmente.

 “Conversei com o chefe de segurança do presídio e ele disse que ela está sendo hostilizada, mas o contato dela com outras detentas é impossível”, diz Rodrigo Goulart, responsável pela defesa de Rozalba.

Até o momento, a presidiária não sofreu nenhuma tentativa de agressão, mas o advogado teme que uma facção possa pedir sua morte. A Justiça ainda vai analisar o pedido da defesa de Rozalba.

Fonte: ND+

Segurança

Veja as fotos de ritual satânico feito por estudante de medicina que matou os pais

O caso é investigado pela Polícia Civil, por meio do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa

Segurança

“O diabo desceu até vós, pouco tempo lhes resta”, estudante de medicina mata os pais em suposto ritual satânico

Após matar os pais, o estudante teria ligado para um familiar e dito que tinha “feito uma bobagem”

Segurança

Bebê de 7 meses é baleada no peito durante assalto em SC

Criança estava no colo do pai quando assalto aconteceu

Segurança

Júri popular de homem acusado de matar mulher de Itapema em SP é adiado

Família de Itapema viajou para São Paulo para acompanhar o julgamento, mas receberam a informação que o júri foi adiado

Segurança

Filho da cantora Walkyria é encontrado morto após fazer brincadeira no TikTok com amigo

Comentários no TikTok fizeram o adolescente tirar a própria vida

Mais notícias

Segurança

Veja as fotos de ritual satânico feito por estudante de medicina que matou os pais

O caso é investigado pela Polícia Civil, por meio do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa

Segurança

“O diabo desceu até vós, pouco tempo lhes resta”, estudante de medicina mata os pais em suposto ritual satânico

Após matar os pais, o estudante teria ligado para um familiar e dito que tinha “feito uma bobagem”