McDonald’s vira alvo do Ministério da Justiça por McPicanha sem picanha

Foto: Ilustrativa

Em nota, a companhia também disse lamentar que a "publicidade criada em torno do produto tenha provocado dúvidas nos consumidores".

Foto: Ilustrativa

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) informou na noite desta quinta-feira (28) que o notificou o McDonald’s para explicar, num prazo de 10 dias, a possível prática de propaganda enganosa em relação ao sanduíche “Mc Picanha” não conter picanha.

Foto: Ilustrativa

O ministro da Justiça, Anderson Torres, afirmou ainda que é papel de sua pasta atuar em casos como este. “O Ministério preza pela justiça e segurança do brasileiro em todos os âmbitos, inclusive no direito do consumidor”, disse.

Foto: Ilustrativa

O caso será analisado pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), que questiona a ampla divulgação do MC Picanha pela rede de fast food, já que o nome do produto “pode induzir os consumidores ao erro, pelo fato da empresa não ter sido transparente”.

Foto: Ilustrativa

A Senacon também solicitou esclarecimentos ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). Segundo o Ministério, neste caso, o Conar precisa se posicionar se estava ciente da possibilidade de falsa propaganda por parte da rede de fast food.

Foto: Ilustrativa

A própria rede já confirmou que o hambúrguer do sanduíche é produzido sem picanha e que há apenas um “molho sabor picanha”. Em nota, a companhia também disse lamentar que a “publicidade criada em torno do produto tenha provocado dúvidas nos consumidores”.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Diariamente o Visor Notícias traz conteúdos para você se manter informado. Acesse o site e siga as nossas redes sociais.

Acompanhe o Visor