keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Volta do auxílio emergencial “vai quebrar o Brasil”, diz presidente Bolsonaro

Presidente pediu à população que conviva com a doença sem "destruir empregos"

X

O presidente Jair Bolsonaro voltou a negar a possibilidade de retomar pagamentos do auxílio emergencial. Em “live” nas redes sociais nesta quinta-feira, ele disse que prorrogar o benefício “vai quebrar o Brasil”.

Mesmo com o aumento de casos e mortes relacionadas à Covid-19, o presidente pediu à população que conviva com a doença sem “destruir empregos” e pediu ainda o retorno do público aos jogos de futebol. “Lamento, o pessoal quer que continue (o auxílio), vai quebrar o Brasil. Vem inflação, descontrole da economia, vem um desastre e todo mundo vai pagar caríssimo. Temos que trabalhar”, disse.

Bolsonaro também voltou a citar que a capacidade de endividamento do País “chegou ao limite”. “Temos que conviver com a Covid, lamento as mortes mais uma vez, antes que falem que sou insensível. Mas, temos que conviver com esse problema, não podemos destruir empregos”, disse.

Bolsonaro voltou a defender que a população volte a “sorrir” e sugeriu o retorno das torcidas aos estádios de futebol. “Nós temos que voltar a viver, pessoal. Sorrir, fazer piada, brincar, voltar aos estádios de futebol o mais cedo possível, que seja com uma quantidade menor, 20%, 30% da capacidade do estádio, temos que voltar a viver”, disse o mandatário.

Fonte: Correio do Povo

Economia

Vendas de veículos têm queda de 14,6% em fevereiro

No segmento de carros de passeio, a retração ficou em 10,6%, com a produção de 155 mil automóveis.

Economia

Senai tem vagas abertas para capacitação gratuita em segurança digital

Os melhores talentos terão acesso a um programa de estágio ou emprego, posições que serão oferecidas por parceiros e clientes Cisco.

Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

O setor ainda está em um patamar 12,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011

Economia

Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro

Os segmentos que tiveram maior crescimento em fevereiro de 2021 em relação ao mesmo mês em 2020 foram o de materiais de construção

Economia

Poupança tem maior retirada líquida em fevereiro em cinco anos

A retirada líquida é a maior registrada para meses de fevereiro desde 2016

Mais notícias

Utilidade Pública

Águas de Camboriú faz reforços de rede para aumentar eficiência no abastecimento

Os reforços de rede no sistema de abastecimento são fundamentais para gerar mais eficiência e segurança na distribuição de água durante todo o ano. Ao longo do ano passado, a Águas de Camboriú realizou diferentes […]

Coronavírus

Itapema aplicou mais de 1500 vacinas contra o coronavírus

O programa está disponível para público-alvo da primeira fase da imunização conforme o Plano Nacional