keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

VivaPark Porto Belo é destaque no principal seminário e comunidades planejadas do país

O evento foi realizado em São Paulo e seguiu todos os protocolos de segurança contra a disseminação do coronavírus

X
Divulgação

A Vokkan Urbanismo, empresa catarinense que vem se destacando no cenário nacional por suas soluções urbanísticas para construir ambientes coletivos mais inteligentes, contribuindo de forma direta para o desenvolvimento social e urbano, participou do principal Seminário sobre Comunidades Planejadas, Loteamentos e Desenvolvimento Urbano do Brasil. Participaram os sócios André Miranda, Rafael Kirchner, Julio Kipper, Monica Volaco Kipper e Jessica Volaco Kirchner. O evento foi realizado em São Paulo e seguiu todos os protocolos de segurança contra a disseminação do coronavírus.

Focado em apresentar cases de sucesso e debater temas de vanguarda, o COMPLAN reuniu os mais relevantes desenvolvedores urbanos do Brasil com o propósito de gerar negócios e reflexões sobre os diferentes aspectos das cidades, sempre buscando os princípios do Novo Urbanismo e contribuindo com projetos horizontais pelo país inteiro. “Foi uma experiência enriquecedora, momentos de troca que vão contribuir para o desenvolvimento do nosso produto. O que pudemos perceber foi o quanto nossos projetos são inovadores quando pensamos em integração com a natureza, investimentos em infraestrutura e tecnologia e, pensando em um local com propósito, reunindo a tríade trabalho, lazer e moradia, com segurança e qualidade de vida. Queremos ajudar a transformar vidas por meio do urbanismo, da cultura e da arte”, destaca Jessica Volaco Kirchner, diretora da Vokkan Urbanismo.

O VivaPark está pautado na sustentabilidade. “Desde o desenvolvimento de nossas propostas de ocupação de área, até o menor impacto de dejetos na construção civil. Incorporamos áreas verdes, resgatando a simplicidade de viver bem, para que as pessoas possam vivenciar essa integração em seu dia a dia. Além disso, teremos investimentos em infraestrutura e tecnologia. Uma ideia inovadora e que agrega ainda mais valor e qualidade de vida para a região, propiciando estrutura de grandes centros, porém, em comunidades planejadas”, explica Jéssica.

Inédito no Brasil, especialmente em bairros abertos, o sistema de segurança do VivaPark será diferenciado e com padrão e tecnologia internacional, trazendo para a região soluções como:

– OCR: Reconhecimento ótico de caracteres (sistema automatizado de leitura de placas e identificação das placas dos veículos);

– Central de inteligência 24 horas;

– Biometria facial;

– Bollard retrátil (que possibilita o fechamento de todos os acessos em questão de segundos)

– Câmeras térmicas e de alta definição

– Cercas virtuais

– Totens de segurança distribuídos no parque;

– Controle de estacionamento irregular;

– Inteligência artificial para análise automática de dados;

– Fibra ótica;

– Rede de drenagem em PEAD;

– Estação própria de tratamento de água;

– Sistema próprio de coleta e tratamento de esgoto.

Além da tecnologia envolvida no sistema de segurança, toda a infraestrutura será por meio de cabeamentos subterrâneos, possibilitando, além da estética visual, a utilização das mais modernas tecnologias. Este é um grande investimento e que, muitas vezes não é dimensionado e que as pessoas pensam não agregar valor, contudo, quando o assunto é qualidade de vida, temos que ter ainda mais perspicácia e pensar num futuro duradouro. “O atual cenário que estamos vivendo vem nos mostrando esse regresso ao olhar diferenciado, a valorização das pequenas conquistas e da importância do convívio coletivo”, finaliza a diretora da Vokkan Urbanismo, Jessica Volaco Kirchner.

Fonte: Visor Notícias

Geral

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

Segundo o TRF4, não é permitido o enriquecimento pelo recebimento de verbas por áreas de preservação, que não podem ser utilizadas.

Geral

Casos de mormo em Santa Catarina fazem Cidasc alertar pecuaristas sobre a doença

Os animais, depois da identificação do foco da doença, são sacrificados. Os técnicos da Cidasc também explicam que a propriedade onde a doença foi registrada é interditada e acompanhada pelo órgão.

Geral

Família real britânica confirma morte de príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II

Uma declaração do Palácio de Buckingham dizia: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo".

Geral

Quinto caso de febre amarela em humanos é confirmado em Santa Catarina

Todos os cinco casos não tinham registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações

Geral

Estudantes de Itapema entregam cartas de esperança para profissionais da saúde

O trabalho foi coordenado pela Coordenadora Ana Lucia Ribeiro Gomes e a professora Dayane Lays Guimarães

Mais notícias