keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Visitas em presídios federais são suspensas por mais 30 dias

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) prorrogou por mais 30 dias as suspensão de visitas, atendimentos de advogados, atividades educacionais e de trabalho, assistências religiosas e escoltas realizadas nas penitenciárias federais, como forma de prevenção à disseminação do novo coronavírus (covid-19). A medida vem sendo prorrogada desde março.

Como exceção, ficam permitidos somente o atendimento de advogados, em decorrência de necessidades urgentes ou que envolvam prazos processuais não suspensos, e as escoltas de requisições judiciais.

Assim como nas versões anteriores, a portaria com a medida, publicada no Diário Oficial da União de hoje (29), prevê também a adoção, pelas penitenciárias federais, das “providências necessárias de modo a promover o máximo isolamento dos presos maiores de 60 anos ou com doenças crônicas, durante as movimentações internas nos estabelecimentos”.

 

Geral

SC ultrapassa a marca de mil propriedades certificadas livres de brucelose e tuberculose

O Programa tem parceria com os órgãos públicos, enquanto certificadores dos processos, profissionais habilitados e entidades privadas

Geral

Santa Catarina é destaque internacional em sanidade agropecuária

Estado ultrapassou a marca de mil propriedades certificadas livres de brucelose e tuberculose

Geral

Adolescente de 13 anos está desaparecido há 3 dias em Camboriú

Qualquer informação sobre o paradeiro de Rafael pode ser repassada para o número 47 9 8447 6768

Geral

Investimentos do Bairro Parque da Vokkan superam R$7 bilhões em Porto Belo

Empresa liderada pelo empresário Roderjan Volaco apresenta ao mercado sua loja conceito, um convite a uma experiência de vivência ao primeiro bairro parque do país. Nesta primeira etapa, o empreendimento

Geral

0800 da Celesc mudou definitivamente

Os clientes da Celesc não precisam se preocupar, pois mesmo com os números de telefone antigos desativados, uma gravação vai informar a alteração para quem ligar no [0800] antigo

Mais notícias