keyboard_backspace

Página Inicial

Animal

Vigilância Epidemiológica de SC alerta para aumento de ocorrências de animais peçonhentos no verão

Durante o período mais quente e mais chuvoso do ano cresce o número de acidentes por animais peçonhentos

Foto: Pixabay/Divulgação

Durante o período mais quente e mais chuvoso do ano cresce o número de acidentes por animais peçonhentos, tanto em áreas urbanas quanto rurais. Isso porque o aumento da temperatura favorece a reprodução destes animais. Por conta desse cenário, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) alerta a população e os serviços de saúde sobre as medidas de prevenção aos acidentes envolvendo esses animais.

Em 2020, foram notificados, no estado, 6.582 acidentes por animais peçonhentos. A maioria desses acidentes foi causada por aranhas (4.404), seguido por abelhas (697), serpentes (696), escorpiões (339) e lagartas (218). Nesse ano, até o momento, foram registrados 5.490 acidentes. Entre os meses de dezembro de 2020 a março de 2021, período mais quente, foram notificados 2.880 acidentes por animais peçonhentos, o que representa mais de 40% do total de notificações do ano de 2021.

Nas regiões onde há enchentes o potencial de acidentes é ainda maior, pois os animais são obrigados a deixar seu habitat em busca de um novo local, refugiando-se, muitas vezes, dentro das casas.

O QUE FAZER EM CASO DE ACIDENTES

  • Manter a vítima calma e deitada;
  • Tentar manter a área afetada no mesmo nível do coração ou, se possível, abaixo dele;
  • Evitar que a vítima se movimente para não favorecer a absorção do veneno;
  • Localizar a marca da mordedura e limpar o local com água e sabão;
  • Cobrir com um pano limpo;
  • Remover anéis, pulseiras e outros objetos que possam garrotear (apertar a circulação), em caso de inchaço do membro afetado;
  • Levar a vítima imediatamente ao serviço de saúde mais próximo, para receber o tratamento necessário;
  • Se possível, levar uma foto do animal ou apresentar o máximo de características possíveis para que ele seja identificado e para que a vítima receba o soro específico.

O QUE NÃO FAZER

  • Não fazer torniquete – isso impede a circulação do sangue e pode causar gangrena ou necrose local;
  • Não cortar o local da ferida, para fazer ‘sangria’;
  • Não aplicar folhas, pó de café ou terra sobre a ferida, pois poderá provocar infecção.

COMO EVITAR ACIDENTES

  • Usar botas: isto evita até 80% dos acidentes durante o corte de vegetação, por exemplo, pois as cobras picam do joelho para baixo. Porém, antes de calçar as botas, verifique se não há aranhas, escorpiões ou outros animais peçonhentos na parte interna.
  • Proteger as mãos: não coloque as mãos em frestas, tocas, cupinzeiros, ocos de troncos, etc. Use um pedaço de madeira para verificar se não há animais nesses locais.
  • Acabar com os ratos: a maioria das cobras alimenta-se de roedores. Por isso, mantenha sempre limpos os terrenos, quintais e plantações evita atrair esses predadores.
  • Conservar o meio ambiente: os desmatamentos e queimadas, além de destruírem a natureza, provocam mudanças de hábitos dos animais, que se refugiam em celeiros ou mesmo dentro de casas. Evite matar os animais, pois eles contribuem para o equilíbrio ecológico.

Fonte: Visor Notícias

Animal

Família encontra cobra em cima de cadeira na sala de jantar

Uma cobra assustou uma família na cidade de Witmarsum, no Alto Vale do Itajaí. A serpente enorme apareceu na mesa de jantar da família e foi capturada pelo Bombeiros Voluntários de Vitor Meireles. O animal […]

Animal

Socorristas resgatam cobra gigante perto de parquinho infantil

A Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros de Várzea Grande, município do Mato Grosso, foram acionados para fazer o resgate de uma serpente sucuri de quase dois metros que foi encontrada nas proximidades do […]

Animal

Homem é encontrado morto dentro de casa cercado por mais de 100 cobras

Segundo a polícia, não há evidências de crimes, mas apenas um autópsia poderá confirmar a causada morte

Animal

Mulher chama bombeiros para resgatar cobra que na verdade era uma minhoca

Uma mulher se desesperou ao se deparar com uma minhoca dentro de casa e acionou o Corpo de Bombeiros para resgatar o animal, achando se tratar de uma cobra! O caso aconteceu na cidade de […]

Animal

Vídeo: Banhista pega tubarão encalhado pelo rabo e o devolve para o mar

Um vídeo mostra o momento em que um tubarão é salvo por um banhista após encalhar na praia de Laguna, no Sul do Estado. O advogado Henrique Werner aparece pegando o tubarão que se debate […]

Mais notícias

Segurança

Polícia procura suspeito de matar mãe e filha no RS

Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Passo Fundo apuram os motivos para o possível feminicídio

Segurança

Vídeo: Motorista é flagrado duas vezes trocando cerveja com passageiro de outro carro em Florianópolis

Em determinado momento, os automóveis, modelo Chevrolet/Celta, chegam a dividir uma mesma pista