keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Vereador Tanaka pede vistas de projeto sobre Parcerias Público-Privadas

A função do Projeto de Lei é disciplinar e promover a realização de parcerias no âmbito da Administração Pública, em áreas de atuação de interesse social e econômico.

X

No mês de março, a Câmara de Vereadores de Itapema recebeu do Executivo o Projeto de Lei nº 48/2017, que visa instituir o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas (PPP) em Itapema. A função do Projeto de Lei é disciplinar e promover a realização de parcerias no âmbito da Administração Pública, em áreas de atuação de interesse social e econômico.

Na ocasião, o vereador e presidente da Comissão de Justiça e Redação Final, Cleverson Tanaka (PDT), transcreveu um Projeto Substitutivo, que mudou muita coisa da Lei em tramitação, e foi enviado novamente para a Prefeitura. Apenas no mês de julho o PL voltou para a Câmara, para nova análise e tramitação.  Este novo PL veio de acordo com algumas alterações feitas por Tanaka, e retornou para as Comissões Legislativas.

O projeto passou por todas as Comissões, mas recebeu três emendas modificativas de autoria de Tanaka. Segundo ele, a Lei em si estava se contradizendo em alguns pontos, e indo de encontro com o dispositivo legal de referência, a Lei Federal nº 11.079/2004. “Por isso eu fiz as emendas, mudando algumas nomenclaturas e visando consertar alguns ruídos dentro da redação”, afirmou Tanaka.

 

Complexidades da Lei

A iniciativa PPP deve assegurar o lucro da empresa privada e proteger, ao mesmo tempo, o interesse público. Ela envolve valores altos, R$ 20 milhões para cima, e trabalha com tempos de contrato que duram de cinco a 35 anos.

Um PL tão complexo e com um impacto tão grande para o município, gerou novas dúvidas na última Sessão Ordinária da Câmara, terça-feira (15/08). Mesmo com as emendas e a nova Tramitação, o vereador Tanaka abriu um pedido de vistas para poder analisar melhor o Projeto.

O pedido foi aprovado por unanimidade. Agora, a Comissão de Legislação vai se reunir com o Procurador Geral da Câmara, Valdir Zanella, para analisar novamente o Projeto e tentar acabar com todas as dúvidas existentes. “Com a redação como está hoje, amanhã ou depois, o PL pode ser considerado inconstitucional. Por isso vamos dar uma olhada para amarrar todos as pontas soltas que possam existir dentro desta matéria legislativa”, concluiu Tanaka.

O vereador tem até a próxima segunda-feira, 21/08, para dar o seu parecer final. O PL 48/2017, já está agendado para votação na próxima Sessão Ordinária, dia 22/08,

 

Cidades

Trânsito no Morro de Zimbros será interrompido nesta terça-feira (27)

O Governo do Município de Porto Belo, por meio do Departamento de Trânsito da cidade, informa que nesta terça-feira (27), o trânsito no Morro de Zimbros estará interrompido para que seja realizada mais uma parte […]

Cidades

Vídeos: Dilsinho e Tierry gravam videoclipe no Caixa d’Aço

As gravações devem aparecer no DVD da dupla Thiago e Graciano que contou com as participações de Dilsinho e Tierry

Cidades

Filho de empresário catarinense está desaparecido em Balneário Camboriú

Quem tiver qualquer informação pode entrar em contato pelo telefone WhatsApp 49 9 8863 6205, com a mãe Eliane

Cidades

Aulas de Pilates promovem qualidade de vida em Itapema

Em Itapema, a aula é oferecida gratuitamente para os moradores em vários polos e horários por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte e Desenvolvimento Econômico

Cidades

Vereador de Itapema solicita nova creche para o bairro Jardim Praiamar

O local já conta com um Centro de Educação Infantil e o vereador solicita a construção de uma nova Unidade

Mais notícias

Segurança

Homem é preso por estuprar a própria filha de oito anos

Um homem condenado por estuprar a própria filha foi preso na cidade de Joinville na última sexta-feira (24). O homem de 32 anos foi preso quatro anos depois de começar a estuprar a filha. Os […]

Economia

Petrobras anuncia alta de 9% no preço do diesel

Aumento já entra em vigor na quarta-feira (29)