keyboard_backspace

Página Inicial

Utilidade Pública

Vereador de Itapema apresenta requerimento pedindo revisão de ICMS ao Governo do Estado

O Requerimento pede ao Chefe do Executivo Estadual que considere a redução da alíquota do ICMS seguindo a medida adotada pelo Governo Federal.

Foto: Divulgação Léo Cordeiro

O Vereador e Líder do Governo, Léo Cordeiro (MDB), propôs Requerimento solicitando à Casa Civil do Governo do Estado que reveja a alíquota do ICMS que incide sobre os combustíveis. O aumento dos preços para o consumidor final, com valores da gasolina superando os R$5 reais, e a recessão econômica em virtude da Pandemia, alertaram o Vereador para o movimento de cobrança ao Governador Moisés. O Requerimento de n.º 20/2021, pede ao Chefe do Executivo Estadual que considere a redução da alíquota do ICMS seguindo a medida adotada pelo Governo Federal.

“Encaminharemos um ofício ao Governo do Estado, pedindo que seja revista esta situação que incide diretamente no preço dos combustíveis. O governo federal já sinalizou para a possibilidade de zerar o ICMS, mas também fez essa provocação aos estados para que apoiem essa decisão. Nós, como Casa Legislativa, estamos manifestando nosso apoio e pedindo a atenção do Governador ” – afirmou Léo Cordeiro.

Também apoiaram e assinaram como Co-autores desse Requerimento, o Presidente da Câmara, Carlos Alexandre “Xepa”(PP), e os Vereadores Beth Rocha (PSD), Eurico Osmari (PSD), Adriano Pivotto (Podemos), Huan Back (PSD), Jaison Simas (PSL), João da Farmácia (PSL), Raquel Josino (PSL), Nei da Van (PSDB), Wanderley Dias, PSD, Zulma Soza (PP), Jean Idimar da Silva (MDB).

É importante ressaltar que o ICMS – Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços, é cobrado como porcentagem sobre o preço final do combustível. A cada novo aumento nas refinarias, mudam os valores do ICMS e o combustível volta a subir nas bombas. Não se trata de um tributo fixo, como os de origem federal. O custo é todo repassado ao consumidor final.

Com o documento, o Vereador Léo Cordeiro requer que o governo de Santa Catarina siga as medidas adotadas pelo Governo Federal para disciplinar o ICMS. Já tramita no Congresso um Projeto de Lei Complementar que altera a cobrança do ICMS sobre os combustíveis. Se aprovado na versão apresentada pelo governo, o ICMS sobre os combustíveis passará a ser cobrado dos produtores e importadores de combustíveis e lubrificantes e não mais no preço final ao consumidor.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Utilidade Pública

Consulta ao décimo terceiro do INSS está aberta

Primeira parcela começa a ser paga na próxima segunda-feira

Utilidade Pública

Começa hoje prazo para pedir isenção no Enem

Solicitação pode ser feita até 15 de abril

Utilidade Pública

Novas regras previstas em MP regulamentam o trabalho remoto

Medida provisória foi publicada na última segunda-feira (28)

Utilidade Pública

Conheça os principais golpes cibernéticos e saiba como se proteger

Perfis falsos, roubos de contas e softwares piratas fazem parte da estratégia utilizada por cibercriminosos

Utilidade Pública

Águas de Camboriú orienta beber somente água tratada

Para ter garantia de que a água é potável, são necessárias análises que atestem a qualidade

Mais notícias

Segurança

Jovem de 19 anos morre após capotar o carro e cair em córrego

A vítima teve o corpo parcialmente lançado para fora do carro

Segurança

Jovem é encontrado morto em calçada com a boca cheia de terra

Segundo informações, o jovem foi encontrado em uma calçada, inconsciente e com sinais de espancamento na cabeça