keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

“Uma dor incontrolável”, marido de vítima de acidente com caminhão faz desabafo emocionante

O casal foi vítima de um grave acidente no último domingo (07), quando a moto em que estavam foi atingida e arrastada por mais de 20 quilômetros pelo caminhão

X
Arquivo Pessoal

Anderson Pereira, o motociclista envolvido no acidente com caminhão na BR-101, em Penha, fez um desabafo nas redes sociais. Anderson estava em uma moto com a esposa Sandra Pereira quando um caminhoneiro atingiu o casal, matou a mulher e seguiu dirigindo com a moto presa ao para-choque e o motociclista pendurado à cabine.

O caso chamou a atenção do Brasil inteiro depois de vídeos gravados por motoristas da rodovia federal.

Em suas redes sociais, o sobrevivente do acidente publicou uma mensagem emocionada, comentando a relação com a vítima e a saudade que ficou. “Estou aqui com o corpo dilacerado faltando a metade, e a minha melhor metade. Uma dor e uma saudade incontrolável  de saber que eu não posso mais abraçar, beijar, elogiar, amar a mulher mais incrível que habitou essa terra”, começou.

O casal foi vítima de um grave acidente no último domingo (07), quando a moto em que estavam foi atingida e arrastada por mais de 20 quilômetros pelo caminhão. Sandra foi atingida fatalmente pelo caminhoneiro que estava sob efeito de drogas, segundo informações da Polícia Civil. Ela não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí.

Sandra Pereira morreu aos 47 anos, ela deixa um filho e um casamento de 26 anos. Quem ficou, fala sobre como era a vida de Sandra como mãe. “A mãe incansável em formar um filho homem e conseguiu, sempre atenta às necessidades do filho e do esposo. Se anulava muitas vezes pra ver a alegria em nós. Dilacerado porque eu não consigo voltar no tempo e mudar o curso da história”.

A dinâmica do acidente

Na noite deste domingo (14), o semanal “Fantástico”, da rede Globo, transmitiu uma entrevista com Anderson, onde ele contou em detalhes sobre a dinâmica do acidente. “Estávamos mantendo a velocidade de 90 km/h, na pista da direita. (…) Não houve nenhuma intenção de desvio (…) eu perdi a consciência e fiquei desmaiado em cima do tanque da motocicleta. (…) Acordei, estava ouvindo um barulho de caminhão bem atrás de mim. Fui me levantando (…) subi na motocicleta, fiquei de frente para o motor e o motorista indiferente a qualquer coisa, mantendo a velocidade entre 100, 110 km/h”.

Segundo o mototiclista, ele pediu para que o caminhoneiro parasse o veículo, mas o motorista não reagiu da forma esperada. Pendurado na cabine: ”Moço, para esse caminhão, diminui a velocidade, deixa eu descer, eu preciso descer’. Eu estava em prantos, não sabia o que tinha acontecido com a minha esposa. Ele me deu pancadas, esbofeteou meu rosto para que eu caísse. Em uma subida mais íngreme eu tomei a decisão de ir pro chão para poder escapar. A única coisa que o motorista dizia é que ‘vai morrer, vai morrer’”.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o caminhoneiro sob visivel efeito de drogas fazendo uma verdadeira balada dentro da cabine do caminhão. Segundo informações, o vídeo teria sido gravado horas antes do acidente.

Responsabilidade

O motorista, que atropelou o casal não é o proprietário do caminhão. Com isso, a transportadora responsável pelo veículo, pode ser responsabilizada pela morte de Sandra, caso a família entre com uma ação judicial, segundo explicou o delegado Uilliam Delta.

A empresa é de Camaquã, no Rio Grande do Sul, mesma cidade do caminhoneiro. O homem segue preso e teve a prisão convertida em preventiva.

Fonte: Visor Notícias

Geral

MPF alerta Prefeitura de Florianópolis sobre risco de indenização milionária por imóvel em área de preservação

Segundo o TRF4, não é permitido o enriquecimento pelo recebimento de verbas por áreas de preservação, que não podem ser utilizadas.

Geral

Casos de mormo em Santa Catarina fazem Cidasc alertar pecuaristas sobre a doença

Os animais, depois da identificação do foco da doença, são sacrificados. Os técnicos da Cidasc também explicam que a propriedade onde a doença foi registrada é interditada e acompanhada pelo órgão.

Geral

Família real britânica confirma morte de príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II

Uma declaração do Palácio de Buckingham dizia: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo".

Geral

Quinto caso de febre amarela em humanos é confirmado em Santa Catarina

Todos os cinco casos não tinham registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações

Geral

Estudantes de Itapema entregam cartas de esperança para profissionais da saúde

O trabalho foi coordenado pela Coordenadora Ana Lucia Ribeiro Gomes e a professora Dayane Lays Guimarães

Mais notícias