keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Trens respondem por 50% da carga de grãos no Porto de São Francisco do Sul

A maioria dos grãos é proveniente de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul

X
Gustavo Camargo/Porto de São Francisco do Sul

A ferrovia cumpre um papel essencial no escoamento da produção de grãos para o Porto de São Francisco do Sul. Anualmente, são cerca de 700 trens que chegam ao complexo portuário, carregados de soja e milho, principalmente. Estas composições transportam mais de 3 milhões de toneladas, metade da exportação de cereais realizada pelo Porto todos os anos. O restante chega por meio de caminhões.

Origem

A maioria dos grãos é proveniente de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul e alcança o Porto por meio do corredor ferroviário que liga Mafra, no Planalto Norte de SC, ao Porto de São Francisco, num trajeto de 170 quilômetros.

Em Corupá, a 80 quilômetros do complexo portuário, é feito o transbordo e distribuição dos vagões que seguem para São Francisco.

Como as composições circulam a 25-30 quilômetros por hora, esse percurso demora cerca de 2,5 horas.

Milhares de vagões

Em média, cada trem da empresa Rumo é composto por 80 vagões, que transportam em torno de 50 toneladas cada um.

Assim, todos os anos, aproximadamente 57 mil vagões são descarregados em três locais do complexo portuário: no terminal graneleiro, administrado pelo Porto, e em mais dois terminais privados, Terlogs e Bunge.

A partir daí, os grãos seguem por uma longa esteira aérea, chamada de correia transportadora, até chegar aos navios cargueiros que têm, na sua maioria, a Ásia como destino final.

Economia anual

A administração do Porto é responsável pela manutenção da estrutura ferroviária no interior do complexo.

“Temos investido prioritariamente para otimizar a descarga dos trens”, explica o presidente do Porto de São Francisco do Sul, Cleverton Vieira, salientando que foram disponibilizados dois funcionários exclusivamente para a conservação do espaço.

“Essa iniciativa gera uma economia aos cofres públicos de R$ 1 milhão por ano, já que não é necessário contratar um serviço externo”.

Entre os trabalhos de manutenção estão a troca de dormentes, correção de anomalias nos trilhos e pintura da sinalização de segurança.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Polícia procura pais de criança de 2 anos encontrada na rua em Itapema

A criança ainda não se expressa com clareza, por tanto não foi possível saber onde reside

Geral

SC convoca para escolha de vagas 127 classificados em concurso para agente socioeducativo

O Governo do Estado irá convocar na próxima segunda-feira, 25, 127 candidatos classificados para o cargo de Agente de Segurança Socioeducativo no Concurso Público Edital 001/2016, homologados pela portaria 1.206, de 23 de setembro de […]

Geral

Bolsa do governo de SC pode pagar até R$1.500 para atletas

O atleta beneficiado pelo Programa Bolsa Atleta de SC não será impedido de receber benefício similar no âmbito do Governo Federal ou governos municipais

Geral

Raro bagre amarelo que pode chegar até três metros é capturado por pescador

Peixe capturado seria um Siluro, uma das maiores espécies, que pode chegar a mais de três metros

Geral

Santa Catarina pode ser atingida por tempestade de areia igual a que assolou outros Estados

A situação já ocorreu em São Paulo e Mato Grosso do Sul e assustou moradores no início de outubro

Mais notícias

Geral

Polícia procura pais de criança de 2 anos encontrada na rua em Itapema

A criança ainda não se expressa com clareza, por tanto não foi possível saber onde reside

Segurança

Pai e tio estupravam meninas de sete e 14 anos com o consentimento da mãe

Um caso chocante chamou a atenção de moradores de Sapiranga, no Rio Grande do Sul, o pai e a mãe de duas crianças, de sete e 14 anos, foram presos envolvidos em um caso de […]