keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

TJ mantém preventiva a homem que fugiu por 16 anos após ser denunciado por homicídio

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou habeas corpus impetrado por um homem denunciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Ele está preso preventivamente desde o último mês de […]

X
Imagem Ilustrativa

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou habeas corpus impetrado por um homem denunciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Ele está preso preventivamente desde o último mês de novembro, mas o fato apurado ocorreu em 2004. Devido ao lapso de 16 anos, a defesa sustentou que a prisão preventiva do paciente não se mostra necessária, ao apontar que ele sempre trabalhou com carteira assinada, constituiu família, teve filhos e leva vida social normal.

Ao analisar o caso, o desembargador Luiz Neri Oliveira de Souza, relator da matéria, apontou que as circunstâncias do crime verificado evidenciam a periculosidade do réu, notadamente pelo modus operandi, visto que a vítima foi desfigurada por golpes na cabeça. “Com efeito, observa-se que o contexto fático que se apresentava quando da decisão que decretou a prisão preventiva do então paciente permanece inalterado, não trazendo a defesa elementos que contribuam para a soltura neste momento de conhecimento perfunctório”, anotou o relator.

A decretação da custódia, fundamentou o desembargador, fez referência ao fato de o réu evadir-se do local dos fatos e permanecer em local desconhecido por aproximadamente 16 anos, elemento que revela seu “descompromisso com a Justiça”. A soltura, prosseguiu Oliveira, ao menos por ora, representa risco concreto de fuga. A decisão foi unânime. Também participaram do julgamento os desembargadores Antônio Zoldan da Veiga e Cinthia Beatriz da Silva Bittencourt Schaefer.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Filhote de cachorro nasce com 6 patas nos Estados Unidos

Os estudos apontam que provavelmente o cachorro tem a deficiência pois era uma parte de um gêmeo no útero "mas quando o óvulo fertilizado tentou se partir, não se separou totalmente".

Geral

Chuva registrada no estado bate recorde e ajuda a normalizar nível de mananciais

Com chuvas acima da média, o nível da Lagoa do Peri voltou a normalidade

Geral

Irmãs são internadas com “doença da urina preta” após comerem peixe

Flávia e Pryscila Andrade foram diagnosticadas com Síndrome de Haff após ingerir arabaiana

Geral

Lagarto estressado: Animal dá “corridão” em biólogo de SC e vídeo viraliza

Biólogo estava "conversando" com animal quando lagarto correu atrás dele

Geral

Família do Mato Grosso do Sul pede ajuda para homem que ficou tetraplégico ao cair de costão em Bombinhas

Eles precisam arrecadar R$20 mil para conseguir levar Wellington de ambulância para Campo Grande (MS), onde tem casa própria e familiares por perto

Mais notícias

Brasil

Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados no Imposto de Renda

Saques emergenciais do FGTS também precisarão ser informados

Coronavírus

Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

Chegada de mais imunizantes permitirá ampliar grupos prioritários