keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

TDAH terá uma semana nacional de conscientização

Um projeto de lei aprovado em 28 de junho pelo Senado Federal propõe a criação da Semana Nacional de Conscientização sobre o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Ela deve acontecer sempre no […]

Um projeto de lei aprovado em 28 de junho pelo Senado Federal propõe a criação da Semana Nacional de Conscientização sobre o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Ela deve acontecer sempre no período próximo do dia 1º de agosto, promovendo ações de conscientização e esclarecimento da população sobre o que é esse transtorno e a importância do diagnóstico e do tratamento precoce. O texto da lei, que também já passou pela Câmara dos Deputados, está agora sob a análise do presidente Jair Bolsonaro, que poderá sancioná-lo ou impor vetos. 

O TDAH é um transtorno neurobiológico, que aparece ainda na infância e acompanha o indivíduo durante toda a vida, ou seja, não tem cura. Ele requer diagnóstico médico específico e tratamento, que pode ajudar na redução de sintomas e convivência. Segundo a Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), o distúrbio afeta de 3% a 5% das crianças em idade escolar no mundo, com prevalência maior no sexo masculino. 

Os sintomas iniciam-se exatamente nessa fase, e três sinais são considerados os principais indícios: desatenção, hiperatividade e comportamento impulsivo. 

De acordo com estudos, o TDAH é um transtorno de causa genética. Os indivíduos têm predisposição a partir de alterações nos neurotransmissores – dopamina e noradrenalina -, que fazem as conexões entre os neurônios na região frontal do cérebro. Também existem pesquisas em desenvolvimento sobre possíveis fatores ambientais e neurológicos, mas ainda não há comprovação adequada.

O TDAH pode ser dividido em três tipos: com predomínio de desatenção, hiperatividade/impulsividade e combinado. No primeiro caso, os pacientes apresentam dificuldade de concentração e para se organizar, se distraem facilmente e cometem erros por descuidos. Já no segundo, os portadores são inquietos, agitados e falam muito. E no último, os sintomas se misturam. 

Como os sinais do transtorno aparecem na infância, geralmente antes dos sete anos, o diagnóstico é clínico, feito por especialistas, como neurologista, psicólogo, psiquiatra e pediatra, com investigação total no comportamento do paciente em diversos ambientes, como escola, casa e trabalho. 

“O primeiro passo, e mais decisivo, é o diagnóstico. Os sintomas podem ser erroneamente interpretados como maus comportamentos e esse erro pode impactar negativamente as relações escolares, familiares e sociais”, explica Ana Noriko, psicóloga e professora do curso de Psicologia do Centro Universitário Tiradentes (Unit Pernambuco). 

Após a confirmação do TDAH, o tratamento é iniciado, variando de acordo com a existência de comorbidades ou outras doenças. Comumente é indicado a psicoterapia, acompanhamento de uma equipe multidisciplinar – especialmente quando se é criança – e a prescrição de remédios.

“Alguns casos irão precisar de abordagens mais diretivas, como as comportamentais, cognitivas, cognitivo-comportamentais, ABA, entre outras. As terapias ajudarão a criar estratégias para o controle de sintomas, além de auxiliar a pessoa a encontrar meios para conhecer mais a respeito do seu modo de funcionamento e como lidar com os sentimentos e emoções”, salientou a psicóloga.

As dicas que a psicóloga dá para familiares e amigos que lidam com pessoas com TDAH têm a ver com observação, paciência e escuta. “Se você cogita que algo não está dentro do esperado para seu filho, leve-o para uma avaliação, o diagnóstico é essencial. É preciso ter paciência e adesão aos tratamentos propostos, além de criar um ambiente estável, acolhedor e compreensivo. É necessário informação, cuidado e acolhimento”, afirmou Ana.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Saneamento de SC avança com mais de R$ 1 bilhão em investimentos

Somente até julho deste ano, a Companhia Catarinense de Águas Saneamento (CASAN) chegou ao maior investimento anual de seus 51 anos

Geral

Pré-escola de SC suspende aulas após suspeita de varíola dos macacos na unidade

Unidade passará por intensa desinfecção para retorno seguro dos alunos

Geral

Membro de facção criminosa é condenado por decaptar homem em SC

A cabeça da vítima foi encontrada no dia 15 de agosto de 2021, boiando em um rio

Geral

Criminosos entram em loja pelo telhado e fazem a limpa em Itapema

A PM segue na procura de indícios de autoria e o Boletim de Ocorrência será encaminhado a Polícia Civil

Mais notícias

Segurança

Prefeito de BC solicita audiência no STJ pra tratar sobre atuação da Guarda Municipal

Só no mês de julho deste ano, a Guarda Municipal de Balneário Camboriú contabilizou 2.925 ocorrências

Segurança

Mãe leva filho para jogar pedras nas casas dos vizinhos

A PM a prendeu em flagrante por maus-tratos