keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Suspeito de homicídio de médico em Timbó é preso em Balneário Piçarras

As Polícias Civil e Militar de Santa Catarina, por meio do Setor de Investigações Criminais (SIC) de Balneário Piçarras e Agência de Inteligência (P2) de Penha, prenderam M.C.B(20 anos), suspeito de homicídio ocorrido em 16 […]

X

As Polícias Civil e Militar de Santa Catarina, por meio do Setor de Investigações Criminais (SIC) de Balneário Piçarras e Agência de Inteligência (P2) de Penha, prenderam M.C.B(20 anos), suspeito de homicídio ocorrido em 16 de junho, em TIMBÓ/SC. A vítima, C.A.O, era médico naquela cidade estava desaparecida desde então. 

A Polícia Civil de Timbó, que investiga o caso, solicitou apoio à Delegacia Local para localização do principal suspeito, o qual estaria escondido em residência no Bairro Santo Antônio.

Após diligências, as equipes confirmaram o paradeiro de M.C.B e o prenderam (22/06/2018). O suspeito foi apresentado à Autoridade Policial de Timbó e confessou ter participação no crime. O corpo da vítima, até então desaparecida, foi encontrado nesta madrugada, com sinais de enforcamento. Outro envolvido no caso também foi detido em Brusque-SC

Segurança

Traficantes criam esquema para usuários usarem auxílio emergencial na compra de drogas

Pelo menos quatro usuários de drogas usaram parte dos R$ 600 dos benefícios concedidos pelo governo federal para compra de cocaína

Segurança

Homem morre em acidente de trabalho enquanto cortava árvores em Presidente Getúlio

Bombeiros Voluntários atenderam a ocorrência e informaram que a vítima cortava árvores quando sofreu o acidente

Segurança

Megaoperação apreende mais de 300kg de drogas e R$5 milhões em Palhoça

As drogas eram usadas para abastecer a região de Balneário Camboriú

Segurança

Polícia prende homens por homicídio e apreende armas e drogas

O homicídio ocorreu no dia 17 de janeiro, no bairro Morro Grande, em Lages

Segurança

Receita apreende R$ 400 mil em produtos contrabandeados

Conforme a Receita Federal, muitos eram falsificados e colocados à venda em comércios das cidades

Mais notícias