keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Setor de serviços cresce 17% em SC no acumulado do ano, aponta IBGE

O crescimento catarinense foi o quarto maior entre todos os estados. A média nacional ficou em 10,7%

X
Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Santa Catarina mantém um crescimento acima da média nacional também no setor de serviços. Dados divulgados nesta terça-feira, 14, pelo IBGE apontam uma alta de 17,1% no estado entre janeiro e julho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O crescimento catarinense foi o quarto maior entre todos os estados. A média nacional ficou em 10,7%.

O governador Carlos Moisés destacou que, além dos serviços, outros ramos da economia catarinense, como a indústria e o comércio, também registram altas acima da média nacional. Com isso, Santa Catarina tem um saldo de quase 140 mil empregos formais até julho.

“Santa Catarina está se recuperando de uma maneira muito firme após o tombo causado pela pandemia. O Governo do Estado tem trabalhado em parceria com o setor produtivo para dar segurança jurídica a todos que desejam investir por aqui. Esse crescimento no setor de serviços é um indicativo de que estamos no caminho certo”, afirmou o governador.

Segundo o IBGE, o setor já se recuperou das perdas causadas pela Covid-19. Em Santa Catarina, o volume de serviços hoje já está 13,3% acima do registrado no pré-pandemia. Nacionalmente, este índice está em 3,9%.

“O setor de serviços foi um dos afetados pela pandemia que desequilibrou a economia do país. Este crescimento acima da média nacional representa uma retomada importante para a saúde dos negócios e otimismo dos empresários que têm apostado em Santa Catarina. Nosso papel é apoiar quem quer investir em Santa Catarina e trazer mais oportunidades de emprego nas cidades”, frisa o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

Alta também no turismo

O IBGE também divulgou dados relacionados ao setor de turismo. Em julho, houve um crescimento de 9,4% em Santa Catarina em relação ao mês anterior. Trata-se do segundo melhor resultado do país, atrás apenas de Pernambuco (9,5%). Apesar disso, o setor ainda não retornou ao nível de atividade registrado antes da pandemia, em fevereiro de 2020. A retração acumulada no período é de aproximadamente 20% em Santa Catarina e de 32% na média nacional.

Fonte: Visor Notícias

Economia

Preço médio do diesel segue em alta e litro se aproxima de R$ 5,00

Combustível apresentou novo aumento de 1,54% nos primeiros dias de setembro

Economia

Gasolina mais barata do Brasil: Procon faz posto vender combustível a preço de custo em SC

Procon vai penalizar outros postos e obrigar estabelecimentos a vender gasolina por 24 horas a preço de custo

Economia

Gasolina e gás de cozinha aumentam de novo; Preço do botijão já chega há R$ 130

Mesmo sem a Petrobras aumentar o preço do produto nas suas refinarias, já soma alta de mais 5%

Economia

Porto Belo tem 3ª melhor gestão em finanças de Santa Catarina

Índice avalia questões como autonomia, gasto com pessoal, capacidade de investir e investimentos em educação e saúde

Economia

PIB de Santa Catarina avança acima da média nacional e chega a 9%

Santa Catarina ocupa um das melhores posições de crescimento econômico no cenário nacional

Mais notícias

Mercado Imobiliário

Vídeo: Gestão Lucrativa do Tempo é tema da Academia Imobiliária desta semana

No Mercado imobiliário SC, toda semana, nosso consultor, Estevão Guerreiro, apresenta dicas e alternativas para quem já atua no setor e quer vender ainda mais. É a nossa “Academia Imobiliária. Nesta semana o tema foi […]

Mercado Imobiliário

Vídeo: Itapema contará com novo hotel da rede Intercity Hotels

O foco é atender clientes dos mais diversos públicos, mas principalmente àquele hóspede que busca um bom custo benefício para se hospedar em um curto período de tempo.