keyboard_backspace

Página Inicial

Notícias Corporativas

Setor de processamento de dados pode chegar a US$ 4,1 bi

O crescimento cada vez maior das plataformas digitais e redes sociais virtuais de grandes corporações da internet – como Google e Meta – mudou a perspectiva com a qual as pessoas se relacionam não só […]

O crescimento cada vez maior das plataformas digitais e redes sociais virtuais de grandes corporações da internet – como Google e Meta – mudou a perspectiva com a qual as pessoas se relacionam não só entre si, mas também com os dados pessoais. Hoje em dia, grande parte da atividade exercida nas redes mais comuns como Twitter, Instagram ou Facebook se converte em moeda de troca valiosa para que outros milhares de empresas coletem dados e direcionem seus produtos e serviços aos usuários.

Não à toa, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor no ano de 2020, buscando assegurar que tais dados coletados não comprometam a integridade do usuário, sua segurança e privacidade. Mesmo com as medidas de segurança, o mercado de marketing digital cresceu consideravelmente no último ano em comparação aos últimos 14 anos anteriores. Isso é o que apontam os dados do recém-publicados IAB Internet Advertising Revenue Report: Full Year 2021, onde as pesquisas mostram que as receitas dos anúncios digitais atingiram os US$ 189 bilhões, o que significa 34% de crescimento em relação ao ano anterior.

De acordo com estudo realizado pela Global Industry Analysts (GIA), os dados captados para fins comerciais estimam gerar a receita de US$ 4,1 bilhões até 2026, algo que mobiliza o setor positivamente, visto que há a expectativa que novos produtos, serviços e estratégias ganhem espaço nesse novo modo de evidenciar as empresas. Serviços comuns como o de alimentos e restaurantes, por exemplo, podem mudar suas perspectivas ao adotarem esse novo modo de direcionamento de marketing através da seleção de dados pessoais.

Pedro Ruibal, CEO da Olga, plataforma de inteligência de dados focada em redes de restaurantes, afirma que a utilização de dados para vender de forma mais assertiva é de fato o que vai levar as empresas a um novo patamar nos próximos anos e o mercado está cada vez mais se dando conta disso.

“Dados de consumo e informações em geral são um insumo valiosíssimo para quem quer ofertar o seu produto ou serviço ao mercado com inteligência. Um bom exemplo disso é que através dos dados, uma empresa é capaz de entender a fundo o seu cliente, gerando uma maior conversão em vendas”, afirma Ruibal.

Essa tem sido a grande aposta das grandes corporações, mas o varejo em geral tem como horizonte o mesmo caminho. É possível que redes de lojas, restaurantes e serviços de lazer e hospedagem busquem, através da inteligência de dados, filtrar e direcionar melhor os clientes para seus produtos. 

“O mercado ainda está descobrindo a área de dados, bem como a forma correta de extrair o devido valor de toda a informação gerada. Estamos só no começo”, finaliza Pedro Ruibal.

Para saber mais, basta acessar: http://olga.tech

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Notícias Corporativas

Um quarto das cidades ainda não conta com iniciativas de coleta seletiva

Cerca de 1400 municípios ainda não apresentam nenhuma iniciativa de coleta seletiva, isso representa 1 em cada 4 cidades brasileiras. Os dados inéditos são da última edição do Panorama dos Resíduos Sólidos, publicação de referência […]

Notícias Corporativas

Gartner indica queda de 12,6% do mercado de PCs no segundo trimestre de 2022

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, destaca que as remessas mundiais de PCs totalizaram 72 milhões de unidades no segundo trimestre de 2022, número que representa uma queda de 12,6% em relação […]

Notícias Corporativas

Mais de 40% dos adultos brasileiros possuem conta em bancos digitais

Os serviços financeiros digitais têm atraído cada vez mais brasileiros. Pesquisa global da Finder, consultoria em investimentos, mostrou que 42,7% dos adultos do país já possuem uma conta em banco digital. O número é 10,7% […]

Notícias Corporativas

Microfranquias crescem e ganham espaço no país

As microfranquias, modelo de baixo custo com investimento inicial de até R$ 105 mil, têm conquistado cada vez mais espaço entre os brasileiros. É o que mostra o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising […]

Notícias Corporativas

Abes: setor de TI deve crescer 14% no Brasil em 2022

Apesar de preocupantes, elementos como a inflação e a questão de este ser um ano eleitoral não devem representar um entrave para os investimentos em TI (Tecnologia da informação) no país. Segundo o estudo “Mercado […]

Mais notícias

Geral

Fundador da Vinícola Girola morre aos 93 anos em SC

Ele deixa esposa, 10 filhos, 14 netos, 2 bisnetos, familiares e amigos enlutados

Segurança

Preso em Itapema foragido do Rio de Janeiro por crimes econômicos

O acusado foi encaminhado para a Polícia Federal de Itajaí