keyboard_backspace

Página Inicial

Mercado Imobiliário

Setor da construção civil lançou mais imóveis do que vendeu em 2021

Veja os dados pesquisa da Brain Inteligência para a Câmara da Construção, que foram destaque no programa Mercado Imobiliário SC

Pesquisa feita pela Câmara Brasileira da Industria da Construção (CBIC) e divulgada em 21 de fevereiro constatou que a quantidade de lançamentos de imóveis foi superior à de vendas em 2021, no Brasil.

O assunto foi destaque no Mercado Imobiliário SC desta semana

Clique aqui e baixe a pesquisa completa

Continue lendo sobre o assunto!

O número de vendas de imóveis novos cresceu 12,8% ao longo do ano passado — em comparação com 2020 —, ao passo que os lançamentos registraram aumento de 25,9%. Assim, a oferta final para o ano de 2021 foi de 3,8% de crescimento.

Esses números são ainda mais discrepantes na comparação entre o último trimestre de 2021 e o trimestre anterior: as vendas demonstraram elevação de 3,6%, e os lançamentos cresceram 24%. A oferta final ficou em 10,4%.

O resultado, na análise da CBIC, é fruto das fortes alterações no cenário econômico ao longo do período analisado. Entre os principais fatores, está a elevação dos custos de insumos da construção, e a redução efetiva no poder de compra das famílias.

O vice-presidente de área da Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC, Celso Petrucci, ainda apontou mais um motivo decisório nesse desfecho: o aumento de 6,12% no preço dos imóveis somente no último trimestre de 2021, em relação ao trimestre anterior. Para ele, as construtoras não estavam repassando o aumento nos custos aos preços dos imóveis, mas agora o consumidor final está absorvendo a elevação dos preços dos materiais.

“Tivemos esse crescimento de 6%, mas, quando observamos a curva do INCC, não houve reposição total de preço. Outra coisa bem característica é o fato de ser muito mais difícil repor preço no programa Casa Verde Amarela do que nas unidades de mercado, pois acaba saindo do bolso do consumidor essa diferença”, destacou Petrucci.

No último trimestre de 2021, em relação ao trimestre anterior, o número de lançamentos no programa Casa Verde e Amarela (CVA) subiu 28,3%, as vendas caíram 0,3% e a oferta final registrou alta de 12,1%.

Quanto aos dados regionais, foram contempladas 176 cidades — sendo 22 capitais — na pesquisa. No quesito “vendas”, a região Nordeste registrou o maior percentual de crescimento (+16,7%), seguida da região Sudeste (14,3%), Centro-Oeste (11,1%) e Sul (8,2%). A região Norte registrou queda de 4,6%.

No quesito “lançamentos”, a região Sudeste liderou o ranking, com crescimento de 32% para o ano. Em segundo lugar, ficou a região Centro-Oeste (29,3%), seguida pelo Nordeste (22,1%), Sul (11,8%) e Norte (0,8%).

Ao considerar o item “intenção de compra”, 62% das pessoas afirmaram não possuir intenção de compra de imóveis no país; 20% têm intenção, mas não começaram a procurar ativamente; 12% possuem intenção, mas procuraram apenas na internet, e 6% têm intenção e já começaram a visitar imóveis e estandes de vendas.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Mercado Imobiliário

Em apenas um dia, Vivapark Porto Belo vende R$ 115 milhões em lotes para residências

Este foi o maior valor de vendas em um único dia em toda história da Vokkan

Mercado Imobiliário

Confiança da construção cresce 1,2 ponto em junho

Índice é medido pela Fundação Getulio Vargas

Mercado Imobiliário

Construa Brasil é alternativa para modernizar construção civil

O objetivo é manter o desenvolvimento do setor e permitir que as empresas do setor tenham acesso a novas tecnologias. O programa é um dos destaques do Mercado Imobiliário SC desta semana

Mercado Imobiliário

Itapema ganha empreendimento com flats por assinatura digital

A Sunprime Empreendimentos lançou projeto em parceria com a Housi - empresa digital que oferece moradia sob demanda

Mercado Imobiliário

Estação meteorológica é instalada no topo do Yachthouse para analisar efeitos climáticos em BC

Estação meteorológica instalada no topo do YACHTHOUSE by Pininfarina avalia como a geometria urbana pode interferir nos efeitos climáticos

Mais notícias

Economia

Lojas do Fort Atacadista de SC passam a aceitar todos os cartões de crédito

Além da economia e variedade, os clientes das 32 lojas no estado já contam com mais essa facilidade no pagamento; novidade passa a valer também para o Delivery Fort

Economia

Altevir Baron é finalista do Prêmio Personalidade de Vendas 2022

Diretor de mercado da FG Empreendimentos representa o segmento da construção civil nesta que é umas das mais tradicionais premiações do mercado