keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Segurança Pública de SC fecha acordo com Ministério Público para troca de informações de inteligência

O acordo era muito esperado tanto pelas instituições de Segurança Pública como para o Ministério Público

X
MPSC/Reprodução/Visor Notícias

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e suas instituições (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina) firmaram, na tarde desta quarta-feira (09) um acordo de cooperação com Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) que irá possibilitar o intercâmbio de dados e inteligência.

O acordo era muito esperado tanto pelas instituições de Segurança Pública como para o Ministério Público. A partir de agora, ambos terão acessos aos sistemas de inteligência um do outro melhorando a política de segurança no Estado e a troca de informações.

“O convênio traz o amadurecimento das instituições e a troca de informações com um único objetivo: bem servir o cidadão catarinense e a melhoria do serviço de segurança pública do nosso Estado”, afirmou o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, delegado-geral Paulo Koerich.

Para o Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, Fernando da Silva Comin, com esta troca de informações de ambos os sistemas, o MPSC terá acesso ao SISP (Sistema Integrado de Segurança Pública) e as instituições de segurança terão acesso ao sistema do MPSC.

“Acima de tudo o acordo representa a maturidade destas instituições no enfrentamento à criminalidade”, afirmou.

Segurança

Homem bêbado é preso agredindo cachorro em Itapema

Populares tentaram, antes mesmo da equipe do GOR chegar, retirar o animal do tutor, porem foram ameaçados por ele com uma foice

Segurança

Barbeiro desaparecido em Joinville teria fugido por conta de dívida com agiota

O morador de Joinville estava desaparecido desde a última terça-feira (13)

Segurança

Casal é condenado por matar três filhos recém-nascidos no Paraná

A mulher foi condenada a 63 anos e 8 meses de prisão e o homem a 48 anos e 4 meses, pois foi absolvido do primeiro homicídio

Segurança

Adolescente menor de 15 anos leva tiro no rosto durante briga em bar de Balneário Camboriú

O primo da vítima levou o jovem até o hospital Ruth Cardoso e o deixou na unidade de saúde

Segurança

Médica filha de prefeito está desaparecida há três dias

Policia Civil revela que caso é extremamente delicado

Mais notícias