keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

SCGÁS lança chamada pública para adquirir novos volumes de gás natural

Nesta quinta-feira (29), a Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS) lançou uma chamada pública para aquisição de volumes adicionais de gás natural. O edital é necessário para cumprir a demanda pelo insumo no Estado, […]

X
Divulgação

Nesta quinta-feira (29), a Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS) lançou uma chamada pública para aquisição de volumes adicionais de gás natural. O edital é necessário para cumprir a demanda pelo insumo no Estado, já que o gasoduto Brasil-Bolívia (Gasbol), que transporta o gás pelo território catarinense, está operando acima do limite.

Em setembro, Santa Catarina registrou o maior consumo de gás natural da história, com uma média diária de 2,1 milhões de m³. Atualmente, a Petrobras está conseguindo fornecer temporariamente os volumes excedentes – o contrato prevê 2 milhões de m³ diários – pois possui outros contratos de transporte que vem apresentando sobra de capacidade nos últimos meses, mas o produto poderia faltar em breve já que a supridora não teria como garantir o fornecimento.

As propostas podem prever suprimento via Gasbol, com a injeção do gás natural diretamente nos pontos de entrega da SCGÁS, ou ainda a partir dos modais GNL (Gás Natural Liquefeito) ou GNC (Gás Natural Comprimido). A formalização das propostas no edital devem ser feitas até o dia 30 de novembro.

A quantidade inicial estimada pela SCGÁS é de 150 mil m³/dia, com possibilidade de ampliação dentro do prazo de contratação de cinco anos. Segundo a empresa, a intenção da chamada pública é atender a demanda no curto prazo.

Para o futuro, a Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG) já sinalizou a possibilidade de investimentos para ampliar a capacidade do Gasbol, mas a projeção é de que essas obras sejam concluídas somente após 2024.

A longo prazo, outra medida que pode garantir mais oferta do insumo é a nova lei do gás, que tramita no Congresso Nacional. A matéria já passou pela Câmara dos Deputados e agora está no Senado.

“Estamos conversando com os senadores de Santa Catarina sobre a importância da agilidade da aprovação dessa legislação, dada a relevância do gás para a indústria catarinense”, disse o presidente da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar. O setor industrial consome cerca de 80% do insumo no Estado.

Fonte: Visor Notícias

Economia

Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV

Índice cresceu 1,9 ponto de outubro para novembro deste ano

Economia

Santa Catarina gera mais de 32 mil empregos no melhor outubro da história

Santa Catarina apresenta novamente números expressivos na geração de empregos formais. O Estado teve um saldo positivo de 32.911 vagas em outubro, o melhor desempenho para o mês desde 2004, início da série histórica. Além […]

Economia

Santa Catarina disponibiliza R$ 21 milhões para minimizar os efeitos da estiagem

Os produtores rurais de Santa Catarina contam com programas especiais para o enfrentamento da estiagem. A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural disponibiliza R$ 21 milhões para essas novas linhas […]

Economia

Depois de não ter nenhum interessado, governo do anuncia mudanças na concessão do centreventos de BC

Apesar do resultado, o presidente da Santur, Leandro Mané Ferrari, ressalta que, desde que foi reaberto, em 14 de setembro deste ano, houve uma grande procura pelo edital

Mais notícias