keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Santa Catarina se firma como segundo maior produtor de ameixa do país

Perspectiva para a safra 2021/22 é de ampliação na produção catarinense

Santa Catarina é o segundo maior produtor de ameixas do Brasil, respondendo por 30% da produção nacional. Conforme dados da Epagri/Cepa, a perspectiva para a safra 2021/22 é de ampliação na produção catarinense, devido ao ganho médio de mais de 30% na produtividade obtido nas duas últimas safras. A expectativa é de aumento na comercialização da ameixa catarinense e maior ganho para o produtor, com a valorização dos preços da fruta no mercado.

André Luiz Kulkamp de Souza, gerente da Estação Experimental da Epagri em Videira, destaca que, na região, o aumento na produção pode chegar a 50% na safra 2021/22 em relação à anterior. O Meio-Oeste é a principal região produtora da fruta no estado.

De acordo com Rogério Goulart, analista de socioeconomia da Epagri/Cepa, a estimativa é de que Santa Catarina tenha registrado crescimento de 12% na produção da safra 2020/21, em relação ao ciclo agrícola anterior, chegando a mais de 18.000 toneladas. Em 2020, o estado apresentou aumento no volume produzido de 6,3% em relação a 2019, resultando num valor bruto da produção estimado de R$ 34,78 milhões, elevação de 2,3% na comparação com o ano anterior.

Santa Catarina conta com mais de 400 produtores, distribuídos em cerca de 40 municípios. A produção estadual de ameixa começa em novembro e se estende até março, sendo que mais de 90% do total é colhido entre dezembro e fevereiro. A região do Alto Vale do Rio do Peixe, no Meio Oeste, representa mais de 69% da produção catarinense de ameixa, seguida do Planalto Sul, com mais de 24% do total, e do Sul Catarinense com 4%.

Produção nacional

As estimativas apontam que o Brasil produziu cerca de 50 mil toneladas de ameixa em 2020. O Rio Grande do Sul é o maior produtor, respondendo por cerca de 42% do total nacional. Em 2021, as centrais de abastecimento do país comercializaram mais de 13,6 mil toneladas de ameixa, com valor negociado de cerca de R$ 103 milhões.

A ameixa de origem catarinense participou com 17% do volume comercializado nacionalmente em 2019. No ano seguinte, ampliou sua participação para 19,5%, com mais de 4,6 mil toneladas. Em 2021, Santa Catarina representou mais de 24% do volume total brasileiro de ameixa negociado nas centrais de abastecimento.

Em 2021, com mais de 3,2 mil toneladas comercializadas, o estado negociou mais de R$ 21,9 milhões com a fruta no atacado. Os preços negociados no mercado atacadista estavam 30% valorizados em relação a novembro de 2020, e 50% acima da média dos últimos cinco anos.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Vídeo: Âncora da CNN comete gafe e fala palavrão ao vivo

Internautas não perdoaram e vídeo viralizou na web

Geral

Cápsula do Tempo é descoberta durante reforma de igreja em SC

O objeto tem forma cilíndrica e é desgastado pelo tempo

Geral

Fort Atacadista dá dicas para Arraiá em casa

Para ajudar os catarinenses a caprichar no cardápio, o Fort Atacadista de Chapecó separou algumas dicas indispensáveis para garantir as festanças neste fim de semana

Geral

Porto Belo Outlet Premium oferece até 80% de desconto nas roupas infantis

A ação é uma oportunidade para moradores e visitantes da região aproveitarem a ação de desconto sobre desconto

Geral

Voluntários para trabalhar nas eleições podem se inscrever no Portal do Mesário

Quem tiver interesse em trabalhar nas Eleições 2022, em Santa Catarina, já pode se inscrever no Portal do Mesário

Mais notícias

Geral

Vídeo: Âncora da CNN comete gafe e fala palavrão ao vivo

Internautas não perdoaram e vídeo viralizou na web

Segurança

Homem é preso por descumprir medida protetiva contra a ex-mulher em Gaspar

Ela possuía medida protetiva de afastamento e proibição de manter contato desde o ano passado