keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Rodrigo Maia deixa a Câmara com 60 pedidos de impeachment por analisar

Leia na Coluna Esplanada desta sexta-feira (05) direto de Brasília

X
Reprodução

Bom senso

A despeito dos erros e acertos do deputado Rodrigo Maia (DEM, por ora) na presidência da Câmara nos últimos dois anos durante a gestão Jair Bolsonaro,  uma postura certeira agradou ao mercado e segurou o país. Ele deixou na mesa mais de 60 pedidos de impeachment contra o presidente da República, mostrando neutralidade e maturidade política diante de pressões de partidos, e de movimentos sociais e institucionais.

Apelos

A troco de nada, não houve negociação, tampouco pedido ou ameaça de palacianos. Os apelos vieram de grandes empresários que sempre o alertavam que o Brasil não suportaria dois impeachments num intervalo de poucos anos.

Lava Jato

Depois de “acabar” com a Lava Jato – como afirmou no ano passado – o presidente Jair Bolsonaro deixou de fora da lista de prioridades entregue ao Congresso a PEC da prisão em segunda instância. A proposta também não tem a simpatia dos novos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Voto

A lista do presidente também frustrou a ala bolsonarista por não incluir entre as prioridades a votação da PEC do Voto Impresso. A proposta, parada na Câmara há mais de um ano, é de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF), apoiadora do governo.

Extremista

São momentos difíceis. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), é réu em ações no STF. A da CCJ (Bia Kicis) é uma extremista de direita, cargo que exige neutralidade. A festa da vitória, com aglomeração e sem máscaras, foi na casa de um réu por fraude.

Tem mais

O Congresso blinda uma deputada acusada de assassinar marido. Tudo isso num governo negacionista para ciência, lá no fim da fila para vacinas na lista de países que imunizam contra o Covid-19. Mas a culpa é sua, eleitor.

Correios

A privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos não tem apoio da maioria dos brasileiros. É o que mostra sondagem do instituto Paraná Pesquisas:

50,3% dos entrevistados se posicionaram contra, 43,1% disseram que apoiam a privatização e outros 6,5% não souberam ou não quiseram opinar.

Mensalão

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), mantém a intenção de emplacar a deputada Flávia Arruda (PL-DF) no comando da Comissão Mista de Orçamento (CMO) que será instalada nos próximos dias. A deputada é esposa do ex-governador José Roberto Arruda, preso por envolvimento no escândalo do chamado “mensalão do DEM”.

CPI

Derrotada na disputa ao comando do Senado para o candidato do Planalto, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a senadora Simone Tebet (MDB-MS) é uma das signatárias do requerimento que pede a abertura de CPI para apurar ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia.

CPI 2

Além de Tebet, outros três senadores do MDB apoiam a comissão: Renan Calheiros (AL), Eduardo Braga (AM) e Rose de Freitas (ES). O requerimento foi protocolado com 30 assinaturas – três a mais que o mínimo necessário para instalar a CPI.

WO

O atual campeão pernambucano de futebol, Salgueiro Atlético Clube, está enfrentando uma crise financeira sem precedentes e pediu à Federação Pernambucana de Futebol para não disputar as duas competições mais lucrativas do Nordeste – a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste.

Tendência

Brasília é destino tendência para 2021 e está entre os cinco primeiros da lista divulgada pelo Ministério do Turismo. O levantamento foi realizado tomando como base os principais sites de pesquisa do setor. Nesse cenário, além de Brasília, Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Maceió (AL) aparecem no topo da base de dados analisada.

Cofre

Mais de R$ 1,3 bilhão do auxílio emergencial foram devolvidos aos cofres públicos. Isso porque cerca de 1,4 milhão de pessoas não movimentaram os recursos do benefício. Pelo Decreto nº 10.316/2020, que regulamentou o auxílio, o prazo para movimentar o dinheiro a partir do crédito na conta social digital é de 90 dias.

Fonte: Visor Notícias

Política

Mais de R$ 400 milhões para a BR-470

Obras de duplicação devem ganhar reforço orçamentário em 2021

Política

Paulinha pede agilidade na votação de projetos voltados para as mulheres na Alesc

Ela comentou que tem hoje cinco projetos encaminhados na Casa que são destinados para as mulheres

Política

Em Brasília, governador acompanha lançamento das obras na BR-163

Recentemente, o governador já sinalizou ao ministro, a disponibilidade de R$ 200 milhões para a obra de duplicação em dois lotes da BR-470

Política

Vereadores de Itapema requerem ao Governo do Estado revisão no ICMS de combustíveis

O Requerimento de n.º 20/2021, pede ao Chefe do Executivo Estadual que considere a redução da alíquota do ICMS seguindo a medida adotada pelo Governo Federal

Mais notícias

Segurança

“Minha segunda voz na vida”, diz cantor Leonardo sobre amigo que morreu com disparo acidental

Cantor escreveu texto emocionante de despedida a Milton Rodrigues, morto por um disparo acidental de arma de fogo

Coronavírus

Itajaí reforça ações de combate e prevenção a Covid-19 nas unidades escolares

O ambulatório está sendo montado em parceria com a Saúde e ficará localizado na Secretaria de Educação.